/BANCO MAIS: Alunos da rede municipal tomam posse como funcionários em projeto sobre educação financeira e empreendedorismo

BANCO MAIS: Alunos da rede municipal tomam posse como funcionários em projeto sobre educação financeira e empreendedorismo

“Prometo colocar em prática tudo que tenho aprendido com meus professores nas salas do projeto Banco Mais, agindo com ética e sendo honesto me meus atos, priorizando os estudos, principal combustível do meu foguete, dos meus sonhos. Prometo ajudar para que minha turma seja exemplo de organização e sucesso”.

O trecho do juramento do Banco Mais – projeto que integra a Grade Curricular da rede municipal de ensino e aborda conceitos da Pedagogia Empreendedora – lido pela aluna Gilsana Melo, espelha a filosofia da iniciativa, que deu posse aos novos funcionários nesta sexta-feira (21).

A cerimônia aconteceu no auditório da Secretaria de Educação (Seduc) e contou com a entrega de credenciais a 29 alunos, que se submeteram a um concurso e foram selecionados para atuarem no Banco Mais, que funciona nas dependências do Centro Integrado Imaculada Conceição.

“Realizamos hoje a culminância do projeto Banco Mais, implantado este ano município. Trata-se de um projeto que aborda empreendedorismo e trabalha com noções de ética, respeito e construção de valores, como responsabilidade e honestidade. Ele envolve seis escolas da rede municipal de ensino e é uma atividade pedagógica que complementa o que é produzido em sala de aula. Ela enriquece o processo educativo, os alunos se empolgam e colocam em prática no dia a dia. Portanto, hoje, só temos que agradecer o empenho dos nossos professores que coordenam, as escolas que abraçaram o projeto e parabenizar os alunos pelo empenho e participação”, declarou o secretário adjunto da educação, Alsony Meireles.

O projeto Banco Mais desenvolve varias ações ao longo do ano, como aulas de empreendedorismo, educação financeira e fiscal, circulação de dinheiro na sociedade, com simulações de feiras e bazares. Ele agrega uma média de 218 crianças dos 4º e 5º anos, de 6 escolas da rede municipal: Paulino Siqueira, Marizelda Lima, Elizabeth Ferreira, Edlene de Oliveira, Imaculada Conceição e Plácido de Almeida. O projeto é coordenado pelos professores Luiza Bandeira e Patrício Junior.

Os funcionários empossados passaram no concurso B Mais, realizado em maio, e tem como auxiliar os professores na condução os trabalhos do banco, simulando as rotinas de uma agência bancária. Eles têm direito a uma remuneração mensal de R$ 200,00 em moeda fictícia para operações do banco.

Idealizadora e coordenadora do projeto, a professora Luiza Bandeira falou sobre os resultados práticos das ações pedagógicas do Banco Mais, sobretudo dos alunos que atuam como funcionários.

“Todos aprendem, mas aqueles que têm atribuições de maior responsabilidade, executando tarefas como abertura de uma conta e garantia de resgate por parte do depositante, trabalham diretamente com noções de responsabilidade e honestidade. Eles levam essa experiência para casa e reproduzem em ações como a vigilância sobre o consumo de energia, por exemplo. Eles passam a ter atitudes diferentes, como já ouvimos em relatos dos pais nas reuniões”, comentou.
Para a professora do 4° ano do Centro Integrado Imaculada Conceição, Sandra Valéria de Almeida Porto, o projeto constitui uma atividade complementar importante para os educadores.

“O Banco Mais só veio nos ajudar, pois tudo que surge para valorizar o aluno e aprendizagem é sempre bem vindo, principalmente para nós, professores, que estamos dentro da sala de aula. Nós colaboramos com esse trabalho todos os dias, implantando as estratégias para elevar a autoestima deles e contribuir com a concretização dos sonhos. O Banco só veio ajudar e só tenho a parabenizar a equipe, e dizer que fico muito feliz pela parceria no desenvolvimento dos alunos”, destacou.

Secom Cabedelo