/Cabedelo debate criação de Rede de Assistência à Transmissão Vertical do HIV, AIDS e Sífilis

Cabedelo debate criação de Rede de Assistência à Transmissão Vertical do HIV, AIDS e Sífilis

A Secretaria de Saúde de Cabedelo (Sescab) está atuando para a construção da Rede de Assistência à Transmissão Vertical do HIV, AIDS e Sífilis. A iniciativa busca identificar, tratar e dar toda assistência a pais e filhos infectados.

A transmissão vertical é a infecção pelo vírus HIV passada da mãe para o filho, durante o período da gestação, no parto ou pelo aleitamento materno.

As ações pactuadas previstas pela Sescab vão desde o cuidado da assistência com a gestante e seu parceiro até o acompanhamento e assistência integral aos neonatos de mães soropositiva para o HIV e Sífilis.

“Realizamos uma primeira reunião para debater a criação dessa Rede. Para evitar a contaminação, é essencial que o exame seja pedido a todas as gestantes no pré-natal. Caso seja constatada a presença do vírus, a mulher tem de ser acompanhada de perto. Após o parto, o bebê também deve receber a atenção e a assistência necessárias. Tudo isso para oferecer a eles um tratamento adequado, buscando minimizar os sintomas e os riscos”, resume o secretário Murilo Wagner Suassuna.

Secom Cabedelo