/CONTRA O TRABALHO INFANTIL: Semas vai levar atividades lúdicas aos filhos dos comerciantes do Mercado Municipal

CONTRA O TRABALHO INFANTIL: Semas vai levar atividades lúdicas aos filhos dos comerciantes do Mercado Municipal

A Secretaria de Assistência Social (Semas) lançou, nesta sexta-feira (15), o projeto Espaço Lúdico Desenvolver, que vai proporcionar atividades lúdicas e pedagógicas aos filhos dos comerciantes do Mercado Público de Cabedelo.

A iniciativa foi apresentada na semana em que se comemora o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil – 12 de junho, e será uma ação continuada, acontecendo sempre às quinta, sexta e sábado, das 7h às 12h.

“A atual gestão tem uma meta: o bem de Cabedelo. A inauguração desse espaço lúdico era um sonho antigo do prefeito e que ele está conseguindo concretizar hoje. Sabemos que essa inciativa vai gerar um bem estar tanto para trabalhadores do mercado como para as pessoas que frequentam o local, além de podermos proporcionar o desenvolvimento da criança através das atividades que serão implementadas”, destacou a primeira-dama Daniela Ronconi.

O Espaço Lúdico Desenvolver vai atuar junto às crianças e adolescentes que frequentam, diariamente, o Mercado, acompanhando os pais. A iniciativa busca minimizar os índices de trabalho infantil no espaço e proporcionar atividades lúdicas e reforço escolar.

“O combate ao trabalho infantil e a redução dos riscos a que crianças e adolescentes estão expostos é uma das preocupações da assistência social e da atual gestão. O Mercado Público também sempre foi um espaço de nossa atenção. Verificamos a necessidade de dispor de um espaço especialmente preparado para receber as crianças enquanto seus pais trabalham”, frisou a secretária da Assistência Social, Cynthia Denize Cordeiro.

O Espaço Lúdico Desenvolver conta com as parcerias das Secretarias de Educação (Seduc), que cederá a educadora e a pedagoga; Infraestrutura (Seinfra), responsável pela pintura e cessão de ar-condicionado; Comunicação (Secom); e direção do Mercado Público, que tornaram possível a concepção e estruturação do projeto. As aulas acontecerão no 1º andar do Mercado Público, em sala preparada especialmente para receber as atividades.

Para o juiz da 2ª Vara Mista de Cabedelo, Antonio Silveira Neto, a inciativa da PMC atende a uma constatação antiga, e sua implantação irá contribuir para o combate ao trabalho infantil.

“Já havíamos identificado nas reuniões da Rede que era necessário uma atuação do município com vistas a dar um apoio aos feirantes que tenham suas crianças aqui e que não podem executar funções de adultos. A criança tem que estar na escola, brincando e convivendo com a família. Sabemos das dificuldades dos pais em deixarem seus filhos, em face disso fazia-se necessário que o município apoiasse e construísse aqui um espaço para que as crianças, ao invés de estarem trabalhando, estarem fazendo o que devem fazer: brincar e se desenvolver. Está de parabéns a gestão municipal pela iniciativa”, comentou.

Secom Cabedelo