Secretaria de Cultura

Informações de contato
 
Rua Pedro Aleixo de Moura, S/N Centro
Telefone: (83) 3250.3322
 
Igobergh Bernardo Barbosa 
 
Natural de Cabedelo, é formando em Marketing e Bacharelando de Turismo pela UFPB.
 
Atua como agente e produtor cultural há 11 anos. É diretor e escritor de espetáculos teatrais, e desenvolve um projeto de registro e salva guarda do Patrimônio Histórico Fortaleza de Santa Catarina, através do Dark Tourism, com o Grupo de Teatro e Pesquisa Lendários. 
 
Na gestão pública, esteve como diretor do Teatro Santa Catarina no ano de 2013, onde coordenou a formatação e execução de diversos projetos culturais no município.  Na rede privada exerceu a função de Diretor administrativo e Diretor Financeiro.

Pretendemos tornar a cultura um eixo estratégico nas políticas públicas de desenvolvimento da nossa cidade através das seguintes ações:

Reconhecer, proteger e valorizar o patrimônio cultural de Cabedelo na sua diversidade e identidades, alinhando as políticas publica ao plano estadual e nacional, através da Implantação do Plano Municipal de Cultura tendo em sua composição a Secretaria Municipal de Cultura; Fundo Municipal de Cultura e a Lei de Incentivo Fiscal Padre Alfredo Barbosa;

Readequar a estrutura administrativa para a efetiva execução das ações previstas pelo Plano Municipal de Cultura;

Criar, reestruturar e manter os equipamentos culturais, com efetiva política de acessibilidade, garantindo que as pessoas com deficiência possam ter acesso aos espaços culturais, seus acervos e atividades;

Promover a produção, difusão, circulação e fruição dos bens culturais, dentro e fora do município, através de programas de incentivo a participação em Festivais, Fóruns, Cursos e Congressos, destinados aos professores de arte, agentes culturais e artistas locais;

Garantir recursos orçamentários para manutenção e modernização de Bibliotecas e de programas de incentivo a leitura e produção literária;

Implantar programas de profissionalização e fomento para o desenvolvimento do artesanato local e dos micros e pequenos empreendimentos dentro da cadeia produtiva da economia criativa conforme os princípios da Secretaria da Economia Criativa (SEC) criada pelo Decreto 7743, de 1º de junho de 2012 pelo MInC;

Garantir a continuidade dos eventos do calendário cultural como instrumento da promoção das referências e identidades culturais da cidade como a Paixão de Cristo, Carnaval de Rua, Quadrilhas Juninas, Auto de Natal e Lapinhas;

Criar um Programa de incentivo e fomento para os seguintes segmentos; Bandas de Musica; Corais; Orquestras; Escolas e Grupos de Dança; Grupos populares (Coco de Roda, Nau Catarineta, Lapinhas, Capoeira, etc…);

Apoio as ONGs que desenvolvem ações culturais em atendimento a crianças, jovens e idosos em áreas de vulnerabilidade social.