/Festival de Crochê reúne centenas de crocheteiras e alunos em Cabedelo

Festival de Crochê reúne centenas de crocheteiras e alunos em Cabedelo

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por intermédio da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPM), promoveu, na tarde desta sexta-feira (15), no Ginásio Poliesportivo de Camalaú, a 2ª edição do Mega Evento de Crochê, em parceria com a empresa Linhas Círculo S/A.

O evento recebeu cerca de 350 participantes, dentre crocheteiras e alunos da rede municipal, e marcou o encerramento da oficina de crochê, realizada durante a semana pela SEPM. Na ocasião, foi montada uma grande estrutura de palco, com iluminação e sonorização, para a realização de um aulão show, com a professora  Simone Eleotério, e desfile da nova coleção do Ondinas, Flores Astrais.

O prefeito Vitor Hugo, acompanhado da primeira-dama Daniella Ronconi, compareceu à abertura do evento para fazer uma saudação especial.

“Agradecemos à Secretaria das Mulheres e à Círculo pela organização desse evento que tem trazido muitos benefícios para a população cabedelense, especialmente às mulheres envolvidas. Essa parceria merece nosso empenho e nosso apoio, devido a importância que tem para o artesanato local e, principalmente, para a economia da cidade”, afirmou Vitor.

 O gerente de vendas da Círculo Região Nordeste, Cléber Rosa, participou de mais um evento em Cabedelo e comentou a acolhida que recebeu na cidade e a importância da parceira com a Prefeitura para a economia local.

“A gente tem um sentimento de gratidão por tudo que esta cidade está fazendo e porque todas as vezes que montamos eventos aqui, temos uma adesão muito grande. Com o Crochê e com os nossos ensinamentos, temos o intuito de oferecer um complemento de renda para os cidadãos. Temos exemplos de cidades pequenas que já tinham sido fortes na produção têxtil mas que essas atividades estavam morrendo e, com a nossa intervenção, elas voltaram a prosperar”, ressaltou Cléber.

Programação diversificada – A programação do Festival de Crochê contou com momentos de descontração, diversos sorteios de brindes e kits da Círculo e uma exposição do projeto Ondinas, que também apresentou um desfile de modas com produtos das artesãs cabedelenses.

“Foi muito bacana. Cabedelo realmente me surpreendeu pois é uma cidade linda, com uma orla maravilhosa, e a Secretaria nos deu todo apoio e incentivo, além de já realizar um trabalho fantástico aqui. As crocheteiras me passaram muito sentimento e muita dedicação em se aprimorarem. Isso é muito gratificante” destacou Simone Eleotério, que é professora de artesanato de Maringá (PR) e já ministrou aulas no país inteiro atuando pela Círculo há 7 anos. Ela também possui o maior canal de artesanato do Brasil no Youtube, com 1 milhão e 100 mil seguidores.

A secretária da mulher, Neuma Monteiro, falou sobre a importância da continuidade do projeto Ondinas. “O projeto Ondinas foi iniciado na gestão anterior e sua continuidade será muito importante. Vamos capacitar os nossos profissionais para ampliá-lo abrangendo também as pessoas inciantes. Nesses eventos é possível acompanhar as novidades desse mercado para as nossas mulheres”.

A prática do crochê tem sido uma terapia para donas de casa como a moradora da Praia do Poço, Fátima Peixoto Smith, que faz sua arte com amor e já pensa em negociar.

“O crochê, além de ser uma terapia, embeleza tudo que nós fazemos. Já fiz muita coisa, muitas peças, que inclusive participaram desse desfile de hoje, mas nunca vendi. Agora com esse estímulo já estou pensando em ter uma renda a mais com elas, concluiu dona Fátima.

Secom Cabedelo