/Gestores da Educação de Cabedelo participam de capacitação para debater Base Nacional Comum Curricular

Gestores da Educação de Cabedelo participam de capacitação para debater Base Nacional Comum Curricular

A Prefeitura de Cabedelo, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), deu inicio, nesta quinta-feira (7), à formação sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Até o dia 23, serão realizados 5 encontros, em que gestores, coordenadores de área, supervisores escolares e professores terão a oportunidade de conhecer e discutir sobre o processo de implantação da base curricular no município.

No primeiro dos encontros previstos, coordenadores de área e supervisores do ensino fundamental (anos finais) participaram de palestra com a coordenadora Mônica Cabral e com a assessora pedagógica Vera Gomes sobre a temática “Currículo em rede: Dialogando sobre a BNCC”.

“Estamos dando inicio à construção do currículo em rede do município. Vamos dialogar, ao longo desses dias, sobre o que é a BNCC e levantar todo o histórico da proposta. Nossa intenção é fazer com que os coordenadores de área e supervisores sejam multiplicadores dessas informações juntos aos demais professores”, explicou a coordenadora pedagógica de anos finais, Mônica Cabral.

A implementação da BNCC foi aprovada em dezembro de 2018 e cada município teve que aderir à proposta. Cabedelo vem realizando ações para construção do currículo, seguindo o que está definido na Base. “A formação, portanto, constitui mais uma ação voltada para esse fim. A perspectiva é que em 2020 comecemos a implantação e promovamos aperfeiçoamentos para que, em 2021, ele esteja totalmente pronto”, completou Mônica.

O segundo encontro, na sexta-feira (8), será destinado às coordenações de área da Seduc, gestores e presidentes dos conselhos escolares. Eles participarão da palestra “A implantação da BNCC e a proposta curricular do Estado da Paraíba: impasses e possibilidades”, com a coordenadora da proposta curricular do Estado, Rilma Sueli.

Sequência – No dia 14/11, a formação tem sequência com a participação de supervisoras de ensino fundamental anos iniciais, na Seduc. Já no dia 23/11, a formação contemplará os coordenadores de área, professores de disciplinas e professores de séries iniciais.

Nessa etapa, os encontros acontecerão na Escola Adolfo Maia, no Centro, e nos polos Renascer, incluindo as escolas Plácido Almeida, Elizabeth Ferreira e Maria J. Veríssimo; Poço, com as escolas Burity, Maria das Graças, Pedro Américo e Adjuto Carlos de Morais; Pólo Camalaú, reunindo as Escolas Imaculada, Paulino Siqueira, Edlene, Agripino, Edezio e Borges e, por fim, pólo Centro, com as escolas Altimar Pimentel, Silvana Pontes, Antônio Viana e Damásio. Em todos, sob a orientação das coordenações de anos finais, estará em pauta o diálogo sobre o currículo em rede.

“O prazo para implementação da BNCC, por meio da adaptação do currículo, é 2020. Este ano já realizamos três encontros, nos quais trabalhamos a introdução e a construção da base nacional. Agora estamos dando inicio à parte da construção escrita, em que os coordenadores de área vão passar a formação para os professores que, de acordo com seus componentes, vão montar o currículo seguindo a norma padrão da BNCC, que não pode ser mudada, e inserir a parte diversificada, que é a parte local, específica da cidade”, destacou a coordenadora pedagógica Vera Gomes.