/Ministério da Saúde altera Calendário de Vacinação contra gripe e inclui caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários como grupos prioritários na 2ª fase da campanha

Ministério da Saúde altera Calendário de Vacinação contra gripe e inclui caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários como grupos prioritários na 2ª fase da campanha

1ª fase está imunizando idosos e profissionais da saúde até o dia 15 de abril

A vacinação conta a gripe começou no último dia 23 em Cabedelo, imunizando idosos e funcionários da Saúde. A 1ª fase da campanha segue até o dia 15 de abril. A partir do dia 16, inicia-se a 2ª fase da mobilização com a inclusão de novos grupos prioritários.

Com base no novo calendário divulgado pelo Ministério da Saúde, a 2ª fase deverá imunizar Profissionais das forças de segurança e salvamento, Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, Funcionários do sistema prisional, Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, População privada de liberdade e Caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários.

O novo calendário antecipou a vacinação para os grupos de funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade. Além disso, o cronograma incluiu os caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários como grupos prioritários na 2ª fase, que acontece até o dia 8 de maio. O grupo deve ser vacinado independente do município de residência, uma vez que transitam por todo o País, cabendo ao território organizar e facilitar o acesso desses profissionais.

Os motoristas de aplicativo ou táxi não estão contemplados nesta fase, devido ao escalonamento da entrega das vacinas pelo laboratório produtor e a indisponibilidade de quantitativo para atender a todos.

3ª fase – A 3ª e última fase da campanha terá início no dia 9 de maio, quando deverão receber a dose Professores das escolas públicas e privadas, Crianças de 6 meses a menores de 6 anos, Gestantes Puérperas, Povos indígenas, Adultos de 55 a 59 anos de idade e Pessoas com deficiência.