Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Rede da Saúde em Cabedelo realiza ações dentro do Plano de Contingência da Dengue no município
13/8/2014 - Secretaria de Comunicação Social e Institucional




Desenvolver ações de prevenção para evitar formas graves e óbitos decorrentes da Dengue. Esse é o objetivo da Rede da Saúde de Cabedelo que, desde o mês de junho, vem empreendendo esforços e ações, discutindo o Plano de Contingência da Dengue na cidade e divulgando a campanha “Essa luta é de cada um, e de todos. A dengue mata!”. 

Das aproximadamente 34 mil residências e prédios cadastrados em Cabedelo, nesses dois últimos meses, mais de 26 mil foram visitados e monitorados por técnicos do MS, em parceria com a Prefeitura de Cabedelo. A iniciativa tem envolvido, além dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate a Endemias do município, técnicos em Controle de Endemias do MS, que supervisionam as ações. 

A Rede da Saúde de Cabedelo realizou, no último dia 06, sua segunda reunião, atendendo orientação do Ministério da Saúde (MS) para todos os municípios brasileiros, ocasião em que foi apresentada a campanha informativa que já está em andamento.
No encontro, foram observados números que mostram uma oscilação na ocorrência de casos de Dengue notificados nos últimos meses em Cabedelo. Em maio, foram 17 casos confirmados. Nos meses seguintes, houve significativa redução desses dados, com apenas 3 confirmações em junho, e 9 em julho. 

“Nas pesquisas que fizemos não encontramos números de mosquitos e larvas que apontem para um risco de surto ou epidemia de Dengue na cidade. É mais provável que as pessoas estejam sendo contaminadas em outras áreas”, disse José Aguiar, inspetor geral de operações de combate à Dengue do Ministério da Saúde.

Sob a coordenação da Gestora em Vigilância em Saúde de Cabedelo, Elisete Pimentel Silva, ao longo desses encontros, vários subtemas têm sido tratados. Porém, as ações são mais voltadas aos esforços concentrados que vêm acontecendo ao longo dos meses de junho e julho, visando o combate aos focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, em pontos estratégicos da cidade. Na semana de 09 a 14 de junho, essas ações estiveram centradas na comunidade de Camalaú, onde foi detectado o maior número de notificações da doença.

“Tal como já foi alertado pelo Ministério da Saúde, desde o início do ano, vêm aumentando os casos de dengue em todo o Brasil, e Cabedelo não está livre do problema. Daí, a necessidade de nos anteciparmos ao aumento da doença, evitando o risco de termos uma epidemia no município”, alertou Yeda Diniz, Agente do Ministério da Saúde, à disposição de Cabedelo.

Seguindo orientação do Secretário Municipal da Saúde, Jairo Gama, todos os setores correlacionados devem agir interdisciplinarmente, buscando maior eficiência nas ações. Com esse objetivo, as reuniões vêm contando com a participação da Gerência Regional de Saúde do Estado, MS, Secretaria Municipal de Educação, Vigilância Sanitária, Vigilância Ambiental, Vigilância Epidemiológica, Atenção Básica e Secretarias de Infraestrutura e Comunicação Institucional.
“É sempre bom lembrar que a dengue pode matar e o combate a esse mal depende de cada um de nós. Ações simples como limpar calhas, ralos e evitar juntar água em vasilhames e pneus, por exemplo, podem e devem ser executadas por cada morador”, lembra Elisete Pimentel.

Redução nos casos na cidade - De acordo com o Setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde, o município de Cabedelo vem apresentando uma diminuição satisfatória no índice de casos notificados de dengue. Desde 2012, não ocorreram óbitos em decorrência de casos de dengue na cidade, mas a vigilância deve ser permanente. Cada setor envolvido tem apresentado ao secretário de Saúde, Jairo Gamam, suas necessidades quanto a materiais, pessoal, transporte e procedimentos, no sentido de aumentar os números de notificações suspeitas, de forma a orientar ações específicas nos focos e em pontos estratégicos.

Ações - Todas as mensagens e campanhas levadas à população, inclusive a todos os servidores públicos municipais, estarão focadas em estimular, principalmente, ações como:
Denúncia: tanto de casos suspeitos, como de focos do mosquito, imóveis abandonados, etc.
Notificação: Informar os Serviços de Saúde sobre ocorrências; contatar Agentes Comunitários da Saúde.
Combate aos Focos do Mosquito: Conscientizar cada membro da população no sentido de que ele é o principal responsável pela identificação e combate aos focos do mosquito.
Pulverização com agentes químicos em áreas críticas.

Secom Cabedelo





Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Outubro Rosa 2017
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180