Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Secretaria de Saúde de Cabedelo orienta população sobre doenças transmitidas por pombos
19/8/2014 - Secretaria de Comunicação Social e Institucional

Foto da Internet


A Secretaria de Saúde de Cabedelo, através do Setor de Controle de Zoonoses, vem realizando diversas ações para controle da população de pombos (Columbia Livia) na cidade, bem como, orientando os cabedelenses e visitantes sobre os riscos de contaminação de várias doenças transmitidas por esses animais.

A transmissão de doenças pelos pombos é feita pelas bactérias e fungos presentes nas fezes dessas aves. Entre elas, está a criptococose, que pode ficar incubada por até 30 anos, e tem incidência de óbito maior, por exemplo, do que a Dengue. O controle da população de pombos se dá através da eliminação de fontes atrativas às aves, como água, abrigo e alimento. 

“É nossa responsabilidade informar a população da cidade que o contato com essas aves, e/ou a inalação de suas fezes secas, com poeira urbana, podem provocar de uma simples alergia de pele a sérios problemas de respiração. Em alguns casos pode até mesmo afetar o Sistema Nervoso Central. E tudo isso de forma silenciosa. Por isso, a importância de se combater e se precaver contra essas doenças”, destacou o secretário de saúde, Jairo Gama.

Segundo o veterinário Francisco Bandeira, coordenador do Setor de Zoonose de Cabedelo, não basta eliminar as aves, é preciso que haja um controle e uma manutenção permanente das fontes que atraem esses animais. Ainda de acordo com ele, essas fontes são conhecidas como os quatro ‘As’: acesso, abrigo, água e alimento. 

“O controle da população de pombos se dá através da remoção das aves, ninhos, filhote e ovos; limpeza e higienização; pulverização e desinfecção contra piolhos e bactérias; e instalações de barreiras físicas diversas, de acordo com a arquitetura dos prédios. Deve-se evitar varrer ou espanar as fezes secas, tão comuns em suportes para ar condicionados, janelas, etc. O correto é molhar o local ou usar um pano úmido para remover os dejetos”, explica. 

Sobre os pombos - Os pombos não são necessariamente animais urbanos. A concentração deles em alguns pontos da cidade como, prédios, galpões, telhados e até vias públicas, ocorre pela grande oferta de alimento que encontram.

Vários bairros de Cabedelo ficam próximos ao Porto de Cabedelo, do Moinho e do Mercado Público Municipal, com grande movimento de carga e descarga de grãos, por exemplo. Porém, mercadinhos, feiras livres, padarias de bairros e, também, o hábito de alguns moradores alimentarem esses animais, criam ambientes propícios a sua multiplicação. Sabe-se que uma fêmea bem alimentada pode pôr até dois ovos a cada 20 dias.

Essas aves encontram alimento de variadas fontes: sementes, ração de animais, milho, farelos, restos de comida, insetos e, inclusive fezes de animais. Por isso, podem ser vetores da transmissão da toxoplasmose, cujo parasita tem no gato seu hospedeiro definitivo.

Para maiores orientações e denúncias, basta ligar para o telefone (83) 3250.3265.

Secom - Cabedelo



Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


36 Anos Da Escola Rosa Figueiredo
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180