Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Projeto contra exploração sexual infantil é apresentado ao trade turístico de Cabedelo
1/9/2014 - Secretaria do Turismo

Michael Sampaio



Mobilizar todos aqueles envolvidos com o turismo em Cabedelo para combater a exploração sexual de crianças e adolescentes. Esse foi o objetivo da apresentação do projeto “Torça contra a exploração sexual de crianças, adolescentes e jovens”, que aconteceu na última sexta-feira (29), no Teatro Santa Catarina. A Prefeitura de Cabedelo reuniu donos de bares, hotéis, motéis e postos de gasolina atuantes no município para, juntos, debaterem ações no combate à essa prática na cidade portuária.

À solenidade, compareceram autoridades civis, membros do judiciário, representantes dos programas desenvolvidos pela Secretaria de Ação e Inclusão Social (Semais), lideranças comunitárias, além de presidentes de associações e comerciantes que atenderam à convocação.

O projeto “Torça contra” é uma parceria da Casa Pequeno Davi com o Centro da Mulher 8 de março e o Concern Universal, com patrocínio da Petrobrás, e tem o objetivo de mobilizar sociedade, gestores públicos, organizações sociais, adolescentes e jovens, do sistema de garantia de direitos e toda a mídia para o combate à exploração de crianças, adolescentes e jovens.

A iniciativa é desenvolvida em oito municípios do litoral paraibano, escolhidos devido ao fluxo de turismo na região. Em Cabedelo, além do trade turístico, a ação se estende a duas escolas municipais: José Américo e Plácido de Almeida, onde são realizadas oficinas temáticas que visam desenvolver conceitos sobre cidadania e exploração sexual.

Durante o encontro com o trade turístico da cidade, o prefeito Leto Viana reiterou o compromisso de sua administração para com as causas sociais, principalmente no tocante à proteção à infância e à juventude. “A exploração e o abuso sexual são agressões à pessoa que podem mudar toda a sua personalidade, acarretando problemas psicológicos. Daí a importância de se conscientizar. Como prefeito constitucional do município, estou sempre à disposição do Ministério Público e da sociedade civil para fazermos parcerias de forma planejada”. 

A juíza substituta da infância e da juventude, Graziela Queiroga, destacou o crescimento da exploração de jovens e adolescentes na Paraíba, enfatizando a fragilidade das cidades litorâneas como Cabedelo, e também a redução da faixa etária atingida. “Precisamos nos incomodar com esse problema grave, e uma oportunidade como essa, de trazer ao conhecimento de todos dados, conceitos, números e práticas para que todas as pessoas possam colaborar através da denúncia, é muito válida e importante”, ressaltou. 

Na oportunidade, a juíza também anunciou a edição de uma portaria conjunta entre o juizado e a promotoria para expor leis e normas que estão disponíveis no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que vise disciplinar e coibir os abusos contra jovens e adolescentes. 

Torça Contra – Além do objetivo principal do projeto, que é mobilizar todos os interessados e envolvidos no combate à exploração sexual infantil, a iniciativa busca, ainda, investimentos na capacitação de adolescentes e jovens nos temas transversais; qualificação profissional; e capacitação de profissionais das escolas para atuarem junto às comunidades em que estão inseridos. 

É objetivo da ação, também, incluir familiares em rodas de diálogo sobre formas de prevenção e combate à exploração; incidir sobre as políticas públicas para gerar estratégias no combate à exploração sexual; fortalecer atores e ação do Sistema de Garantias de Direitos (SGD); e, finalmente, realizar campanha de comunicação e mobilização social de combate à exploração sexual de adolescentes e jovens na região metropolitana de João Pessoa.

Cabedelo em rede – O combate à exploração de crianças, adolescentes e jovens na cidade de Cabedelo é viabilizado através do projeto Rede, idealizado, inicialmente, pelo Poder Judiciário e Ministério Público Federal, através da Vara da Infância e Adolescência. Essas instâncias somam-se às várias ações e programas assistenciais existentes em Cabedelo, a exemplo do Cras. Creas, Peti, Projovem e Proerd.

O Projeto, amadurecido através do engajamento de todos os setores envolvidos, pretende levar à sociedade ações coordenadas que façam a diferença, combatendo e reduzindo os casos de abuso e exploração sexual de crianças. 

Presenças - A solenidade de apresentação do projeto “Torça Contra” ao trade turístico de Cabedelo contou com a presença da primeira-dama do município, vereadora Jaqueline Monteiro; do líder do governo na Câmara municipal, Márcio Bezerra; do Juiz titular da 2ª vara da Infância e Juventude de Cabedelo Antônio Silveira; da juíza substituta da Infância e da Juventude, Graziela Queiroga; da Promotora da Infância e da Juventude, Anne Emanuelle; dos  Secretários da  Semais, Euzo da Cunha Chaves; da Educação, Clecy Alves de Vasconcelos; da Cultura, Walmarques Junior; e do Esporte, Clemildo Gomes; além da representante da Casa Pequeno Davi, Valéria Simões; do presidente do Conselho dos direitos da infância e da juventude de Cabedelo, Francisco de Assis; e do Procurador Geral do município, Antonio do Vale Filho. 

Secom Cabedelo













Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Seminário de Planejamento do Projeto Vivendo Cabedelo
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180