Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
NOTA: HOSPITAL E MATERNIDADE DE CABEDELO NÃO FOI INTERDITADO
10/9/2014 - Secretaria de Saúde

Ismael Farias



A Secretaria Municipal de Saúde de Cabedelo esclarece à população que as notícias veiculadas nesta quarta-feira (10) acerca da interdição do Hospital e Maternidade Municipal Padre Alfredo Barbosa não condizem com a verdade. O que foi interditado pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) não foi a Unidade Hospital, e sim o trabalho dos médicos que atuam no local. 

Antes de tudo, a Prefeitura de Cabedelo elucida que, desde julho de 2014, deu início às obras de reforma na coberta do prédio, constando de 1.500m² de retelhamento, nivelamento das lages e substituição de 700m² de manta asfáltica aluminizada, além da adequação do sistema elétrico.

A obra tem caráter de urgência, atende exigências de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), de iniciativa da atual gestão municipal, assinada entre Ministério Público Estadual (MPE) e a Prefeitura de Cabedelo, conforme recomendações dos órgãos de classe competentes, em abril de 2014.

Os reparos no prédio da unidade estavam sendo executados a partir da sua coberta, quando ocorreram as fortes chuvas, entre os últimos dias 06 e 09, causando transtornos em parte dos serviços.

Decorrente da dificuldade, a direção hospitalar optou por desativar o Centro Cirúrgico e a Maternidade, medida que recebeu o aval do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Corem-PB). Além disso, o número de atendimentos foi reduzido, desde esta segunda-feira (08), em conformidade com a análise de dois fiscais do CRM-PB: Gláucio Nóbrega e Walter F. Azevedo. Ambos concordaram pelo NÃO FECHAMENTO da totalidade dos serviços, em atenção às demandas da população usuária, nos setores de urgência e emergência. 

Hoje (10), o Hospital recebeu nova visita da fiscalização do CRM-PB, através de Cândida F. Araújo, que documentou Auto de Interdição Ética do CRM-PB nº 10/2014. O documento “interdita eticamente o trabalho dos médicos que atuam no Hospital e Maternidade Municipal Padre Alfredo Barbosa, a partir das 00h00 do dia 11 de setembro de 2014”.

O Auto não esclarece ou define quais providências devem ser tomadas pela administração hospitalar de forma a satisfazer as exigências que atendam os fins. Também, e principalmente, não indica ou recomenda de que forma os pacientes poderão ser acolhidos por outros serviços públicos hospitalares de João Pessoa, com graves prejuízos à saúde daqueles que têm o hospital de Cabedelo como referência de atendimento.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que, ainda hoje à tarde, recorrerá ao MPE, bem como ao CRM-PB, no sentido de garantir, dentro da lei, a manutenção dos serviços de urgência e emergência hospitalares, visando o bem da saúde de muitos munícipes cabedelenses.

Secom - Cabedelo





Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


36 Anos Da Escola Rosa Figueiredo
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180