Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Secretaria de Saúde realiza oficina sobre violência autoprovocada
19/3/2015 - Secretaria de Saúde

Michael Sampaio



A Secretaria de Saúde de Cabedelo
(Sescab), através da Vigilância Epidemiológica e a Coordenação de Doenças e Agravos
Não Transmissíveis (Dant), realizou nesta quarta-feira (18), no auditório do
IESP, a oficina de orientação sobre notificação compulsória de violência
interpessoal/provocada.



A oficina reuniu profissionais da
saúde, do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), CREAS (Centro de Referência
Especializado de Assistência Social) e Conselho Tutelar e teve como objetivo orientar
os profissionais quanto à necessidade da notificação de casos de violência.



“É muito importante que os
profissionais cumpram o seu papel notificando esses casos de violência porque é
a partir das notificações que são geradas políticas públicas para esse tipo de
agravo e também podemos criar situações para ajudar essas vítimas”, afirmou Patrícia
Maria, coordenadora do DANT de Cabedelo.



A notificação da violência
interpessoal ou autoprovocada já era obrigatória em anos anteriores, mas apesar
disso, segundo a coordenadora do DANT, os números de notificação em Cabedelo
estavam praticamente zerados, não refletindo a realidade, levando-se em
consideração os casos registrados em hospitais e delegacias provenientes do
município de Cabedelo.



“Quando eu assumi a coordenação
do DANT e observei a pequena quantidade de notificações fui em busca de mais
informações e percebi que o número não refletia a realidade. Muitos
profissionais responsáveis pela notificação não sabiam da obrigatoriedade de
registrar o caso, fazendo com que a cidade ficasse de fora das políticas
públicas de enfrentamento à violência. E essa oficina tem o papel de informar
além de orientar os profissionais quanto ao preenchimento”, declarou Patrícia.



Desirée Dantas, enfermeira da
USF João Roberto Borges, afirma que já aconteceram casos na sua área de atuação
que não foram registrados por falta de informação quanto à obrigatoriedade. “Já ocorreram casos de violência autoprovocada
lá na unidade que não notificamos porque não sabíamos da necessidade. Essa
palestra é importante para o nosso trabalho porque traz informações novas para incluirmos
na nossa rotina”, concluiu.







Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Programa Peixe na sua Mesa
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180