Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
PBA forma primeira turma de alfabetizados em Cabedelo
15/7/2015 - Secretaria de Educação

Michael Sampaio



"Minha família era muito pobre e eu nunca tive a chance de estudar. Minha caneta foi um cabo de enxada para trabalhar. Esse programa vem realizar meu sonho, que era aprender alguma coisa na vida. E aprendi que é estudando que se aprende o que é o mundo". O testemunho emocionado é do morador do Renascer Humberto Lameu, trabalhador braçal, de 51 anos. Ele, ao lado de outras 218 pessoas, com histórias igualmente comoventes e de superação, fez parte da 1ª formatura do Programa Brasil Alfabetizado (PBA), promovida ontem (14) pela Secretaria de Educação de Cabedelo (Seduc), no salão nobre do Cabedelo Clube.

O PBA é uma iniciativa do Governo Federal, que realiza convênios através do Ministério da Educação (MEC) com o objetivo de alfabetizar os cidadãos brasileiros com idade a partir de 15 anos que não tiveram oportunidade de estudar. Em Cabedelo, o Programa, pela primeira vez, é gerido pela Prefeitura Municipal. Ao todo, foram 8 meses de aulas com 20 turmas distribuídas em 4 Pólos: Centro a Camalaú; Jardim Brasília a Camboinha; Camboinha a Jacaré; e Renascer a Salinas. A iniciativa possibilitou a alfabetização de 219 cidadãos cabedelenses, através de 25 bolsistas alfabetizadores e coordenadores.

A noite no Cabedelo Clube foi animada pelo músico Adriano Taurino e pela Maestrina Fátima França. Enquanto a festa acontecia, os educadores da Seduc já realizavam as pré-matrículas para o alunado que seguirá estudando no programa de Educação para Jovens e Adultos (EJA). Os demais interessados devem procurar a Seduc, que fica situada na rua Pastor José Alves de Oliveira, s/nº, Camalaú.

O prefeito Leto Viana foi escolhido, por educadores e alunos, como padrinho das turmas, e, durante a solenidade de formatura, fez questão de ratificar seu compromisso de trabalhar pela erradicação do analfabetismo na cidade. 

"Quero parabenizar todos os educadores que participaram desse trabalho, além, é claro, a todos os formandos, que nos enchem de orgulho, alegria e exemplo com suas histórias. Estarei sempre à disposição para colaborar com programas sociais que possam melhorar a qualidade de vida do nosso povo", afirmou o prefeito, que aproveitou a oportunidade para anunciar que já autorizou a realização de uma licitação pública para que a Secretaria de Saúde possa adquirir óculos de grau e doar àqueles alunos que, no decorrer da formação, apresentaram problemas oftalmológicos. 

A secretária de Educação de Cabedelo, professora Clecy Alves, ressaltou a importância do PBA para a cidade, lembrando que a alfabetização foi somente o alicerce, e que o processo educacional nunca termina. 

"Esse programa é de fundamental importância, uma vez que estamos inserindo pessoas no processo de alfabetização e fazendo com que haja uma libertação em forma de aprendizado. É uma troca de experiência entre o ensinar e o aprender, e não somente entre o professor e o aluno, mas também, envolvendo toda sociedade. O nosso objetivo agora é fazer com que eles migrem para o EJA, dando continuidade aos estudos”. 

Já o assessor especial da Seduc, professor Neroaldo Pontes, por sua vez, destacou a dimensão social alcançada com o programa.

"É inadmissível que, no século 21, com tanta tecnologia, ainda existam pessoas que não sejam alfabetizadas. Agora é importante que os alunos contem essa experiência que viveram para que outros munícipes possam tomar essa iniciativa. E é importante registrar o trabalho da Secretaria de Educação, através dos coordenadores e alfabetizadores, que superaram todos os obstáculos para chegarem até aqui. São mais de duzentos cidadãos que agora podem dizer, com orgulho: eu sei escrever meu nome. O PBA é um ato de cidadania”. 

Durante os oito meses de processo de alfabetização, o PBA foi mantido graças, principalmente, ao empenho e compromisso da equipe formada pela gestão municipal, como ressalta o coordenador do PBA em Cabedelo, professor Gilberto Silva. 

"Foram oito meses de muitos desafios, vencidos com muita luta. Desde 2014, dentro desse programa, fizemos a seleção pública de profissionais, matriculamos mais de 300 alunos; a formação inicial e continuada com 20 professores alfabetizadores e 5 coordenadores de pólo; estabelecemos uma parceria com as secretarias, igrejas, associações, escolas e ONGs em toda região geográfica da cidade; e ainda passamos o difícil período letivo de novembro a fevereiro mantendo as aulas, inclusive, no turno noturno. Além de agradecer a todos os envolvidos no PBA, quero registrar também a parceria com a Secretaria de Comunicação de  Cabedelo, uma grande aliada nessa caminhada". 

Para os alfabetizadores que fazem parte da história de superação de seus alunos, fica a gratidão pela oportunidade de conferir uma nova vida a eles. "Foi uma troca de experiência maravilhosa ter a oportunidade de construir com eles e dar-lhes oportunidade do conhecimento de um novo mundo", disse a professora Maria das Dores. 

A Cabedelo TV produziu um mini-doc com a aluna Maria Bandeira, de 83 anos. No vídeo, exposto durante a formatura, ela conta sua emocionante experiência de alfabetização através do PBA. 

Novas turmas - O convênio da PMC com o MEC possibilita ainda a realização de mais duas edições do PBA. Assim que for divulgada a resolução 2015, a Seduc iniciará um novo processo de seleção de alfabetizadores e também a inscrição de novos alunos. Através de seus indicadores sociais, o MEC aponta que, aproximadamente, 10% da população cabedelense ainda não é alfabetizada. 

 Secom Cabedelo 







Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Seminário de Planejamento do Projeto Vivendo Cabedelo
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180