Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Enfermeiros do HMMPAB participam de capacitação em classificação de risco
29/9/2015 - Secretaria de Saúde

Foto da Internet


Profissionais de enfermagem do Hospital e Maternidade Municipal Padre Alfredo Barbosa (HMMPAB) participaram, esta semana, de um curso de capacitação em classificação de risco, seguindo as orientações universais do protocolo de Manchester. A iniciativa da Secretaria de Saúde (Sescab) visa humanizar ainda mais o atendimento na unidade hospitalar.

No Protocolo de Manchester, o paciente, ao chegar ao Hospital, é classificado por cores após uma triagem baseada em sintomas, de forma a representar a gravidade do quadro e o tempo de espera para cada um. 

A capacitação foi dividida em aulas práticas e teóricas, ministradas pelo enfermeiro João Batista Rodrigues, professor de Terapia Intensiva na Unipê. Ao todo, o curso contou com oito horas/aula e foi realizado nestas segunda e terça-feira (28 e 29) no auditório do gabinete da Prefeitura Municipal para 25 enfermeiros do HMMPAB.

"O foco desse curso é capacitar os profissionais que estão na linha de frente do Hospital para que o acolhimento seja mais humanizado. Que eles possam atender aos usuários da maneira que gostariam de ser atendidos. O protocolo de Manchester nos dá um norte de como deve ser a classificação de risco. A classificação bem feita, além de encaminhar bem o paciente, também determina seu bem estar naquele ambiente", afirmou a diretora geral do HMMPAB, Jussara Pascoal. 

Com bastante experiência na área, o enfermeiro João Batista Rodrigues parabenizou a preocupação dos gestores de Cabedelo com o tratamento aos usuários e à população.
"Eu acho que a Prefeitura de Cabedelo está de parabéns, pois eu penso que a iniciativa é pioneira no Estado. E o mais importante é que está sendo trabalhada a conscientização dos profissionais, para que atendam os pacientes de uma forma ética e respeitosa". 

Os enfermeiros que participaram do curso esperam vivenciar na prática o que foi visto na teoria, e demonstraram muito interesse para que os pacientes sejam, de fato, os principais beneficiados com essa capacitação.

A enfermeira Socorro Leite, atuando há 20 anos no quadro efetivo do HMMPAB, elogiou a iniciativa.

"É de muita importância tanto para os profissionais do Hospital quanto para a população. A classificação de risco é essencial, e agora, com essa preparação, está sendo devidamente implantada em Cabedelo".

Protocolo de Manchester – O Protocolo de Manchester recebeu este nome por ter sido aplicado pela primeira vez na cidade de Manchester, em 1997. Hoje, vários países da Europa já utilizam o sistema de forma praticamente integral.

No Brasil, foi utilizado pela primeira vez em 2008, no Estado de Minas Gerais, como estratégia para reduzir a superlotação nas portas dos pronto- socorros e hospitais. Hoje, ele é acreditado pelo Ministério da Saúde, Ordem dos Enfermeiros, Ordem dos Médicos e é entendido como uma evolução no atendimento aos que recorrem a um Serviço de Urgência.

Após uma triagem baseada nos sintomas, o paciente é classificado por cores que representam o grau de gravidade e o tempo de espera recomendado para atendimento. Aos doentes com patologias mais graves é atribuída a cor vermelha, atendimento imediato; os casos muito urgentes recebem a cor laranja, com um tempo de espera recomendado de dez minutos; os casos urgentes, com a cor amarela, têm um tempo de espera recomendado de 60 minutos. Os doentes que recebem a cor verde e azul são casos de menor gravidade (pouco ou não urgentes) que, como tal, devem ser atendidos no espaço de duas e quatro horas.
Secom Cabedelo



Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Programa Peixe na sua Mesa
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180