Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Mostras Culturais nas escolas lembram vida e obra de Tia Beta
14/11/2015 - Secretaria de Educação

Michael Sampaio


Quatro escolas municipais realizaram, durante a semana passada, Mostras Culturais com os alunos acerca da vida e da obra de Tia Beta, homenageada com o Ano Cultural em Cabedelo. Na sexta-feira (13), cerca de 640 alunos da Escola Elizabeth Ferreira da Silva – que leva o nome da contadora de estórias – exibiram trabalhos realizados em sala de aula, expondo cantigas, romance, encenação, vídeo e desenho sobre a educadora. 

Divididos em três turnos, alunos e professores homenagearam a madrinha da escola com um breve histórico sobre ela, além de apresentações culturais e artísticas. A Mostra faz parte de uma das etapas da proposta do Ano Cultural Tia Beta. Além da escola Elizabeth Ferreira, as escolas Adolfo Maia, Maria das Graças e Plácido Almeida também exibiram projetos e ações trabalhados em sala de aula. 

“O Ano Cultural é composto basicamente de duas ações. A primeira é a parte em que as escolas desenvolvem atividades através de projetos interdisciplinares, aproveitando todo o conteúdo do homenageado e desenvolvendo trabalhos com os alunos. A segunda ação é o Concurso Cultural, em que as escolas e a comunidade fazem as apresentações buscando a premiação. Mas o principal objetivo é o aprendizado do aluno, além de homenagear um personagem de Cabedelo ou que fez algo pela cultura de cidade”, destaca Célia Aguiar, integrante da coordenação do Ano Cultural Tia Beta.

A Mostra do Ano Cultural Tia Beta para a Escola Elizabeth Ferreira da Silva tem um significado maior em relação às demais unidades de ensino. A escola leva o nome da homenageada, inspiração para os profissionais da instituição e que, a partir desse conhecimento, também deverá ser para os alunos.

“A nossa querida Tia Beta foi uma pessoa que contribuiu muito para a cultura de Cabedelo, e nós sabemos que é necessário repassar esse trabalho que ela desenvolveu junto aos jovens, religiosos e estudantes. Essa é uma das funções da escola: trazer as pessoas que são importantes dentro da cultura do município para as novas gerações. Esse trabalho do Ano Cultural foi desenvolvido durante todo o ano letivo, e agora está sendo a culminância com apresentações e projetos que remontam o legado de Tia Beta”, disse o gestor da Escola, Petrônio Beltrão. 

Apresentações - Segundo a supervisora da Escola Elizabeth Ferreira, Michelle Santos, as apresentações tiveram como foco as manifestações culturais vividas por Tia Beta desde a infância até a idade adulta.

“Desde o início nós nos preocupamos em passar para os alunos o histórico de Tia Beta: onde nasceu, o que fazia, as brincadeiras. Depois é que partimos para as atividades desenvolvidas por ela. A partir daí, os alunos fizeram uma releitura do que ouviram e aprenderam para fazer as apresentações, que contemplaram tudo sobre ‘a guardiã da cultura de Cabedelo’, como a chamava Altimar Pimentel. O destaque ficou por conta dos romances, que pouca gente conhece, e que nós fizemos numa versão mais moderna para agradar os alunos”, destacou.

Para quem participou da Mostra, ficou o aprendizado da educadora que, em tempos onde a palmatória predominava, utilizou as brincadeiras e histórias para educar e aproximar as crianças da educação.

“A gente aprendeu e se divertiu muito. Ela era uma boa contadora de historias”, ressalta Andreza Barreto, aluna no 7º ano. “Gostei muito, achei interessante tudo que ela ensinou pra gente. Muito bom o jeito como ela abraçava o trabalho, com amor”, completa Vanessa Alexandre, também do 7º ano.

Ano Cultural - O Ano Cultural Tia Beta foi instituído pelo decreto n° 15/2015, assinado pelo prefeito Leto Viana e tem como objetivo a valorização do saber e da cultura e a educação integral através do estudo da vida e da obra de uma personalidade marcante no crescimento educacional, social e cultural do município.

Durante todo ano letivo são desenvolvidos projetos culturais/educativos, nas escolas da rede municipal, envolvendo toda a comunidade escolar, incentivando a pesquisa, a contextualização, a comunicação verbal e escrita e o trabalho criativo e artístico. Esses trabalhos serão apresentados em Mostras Culturais da comunidade escolar com referência aos famosos “saraus de Tia Beta”.

Além dessas ações, o Ano Cultural prevê ainda o Concurso Cultural Prêmio Tia Beta, com a modalidade 1 para alunos da rede municipal e 2, voltada aos cidadãos residentes no município, no intuito de valorizar a cultura local.

Elizabeth Ferreira da Silva (1924 – 2003), a Tia Beta, nasceu em Cabedelo no dia 22 de março de 1924, e lá viveu durante quase toda a vida. Exerceu papel marcante na cultura e nas práticas educacionais. Contadora de histórias de casos, usava a criatividade, despertando a atenção, o interesse e o senso de descoberta de seus alunos. Era ao mesmo tempo erudita e popular, sendo conhecidos seus saraus, e também os grupos de lapinha/pastoril que organizava com alunos das escolas e da catequese, apresentando nos fins de ano.

Secom Cabedelo



Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


36 Anos Da Escola Rosa Figueiredo
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180