Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Mostra de Beleza e apresentações culturais encerram Semana da Consciência Negra
21/11/2015 - Secretaria de Educação

Michael Sampaio


Uma celebração rica em valorização da cultura afro e respeito à diversidade étnico-racial encerrou a Semana da Consciência Negra na cidade de Cabedelo. Cerca de 200 pessoas lotaram o Teatro Santa Catarina nesta sexta-feira (20) – Dia Nacional da Consciência Negra - para prestigiar o evento, que contou com apresentações de dança, declamação de poemas, vídeos educativos, capoeira, grupo de percussão e mostra da beleza negra.

A programação da Semana, que aconteceu de 17 a 20 de novembro, contou com a organização da Secretaria de Educação, através da Coordenação da Diversidade Étnico-Racial, em parceria com as Secretarias de Cultura, Comunicação, Ação e Inclusão Social, Políticas Públicas para as Mulheres; Esporte, Juventude e Lazer, e Saúde.

“Durante essa Semana tivemos eventos em vários pontos da cidade, para toda comunidade cabedelense, com o foco no debate sobre o resgate e a valorização da cultura dos afro-brasileiros nesse país, e em especial nesta cidade. Essa foi uma ação municipal, com sete secretarias envolvidas, focada na valorização dessa cultura que é tão importante para nós, pois está presente na sociedade através das danças, da culinária, na língua e no sangue”, destacou a coordenadora da Diversidade Étnico-racial do município, Vanuza Diniz

O momento mais marcante do evento foi a tão esperada Mostra da Beleza Negra. Um grupo de 11 pessoas, vestidas com trajes típicos, subiu ao palco enaltecendo a beleza e a riqueza de detalhes oriundas da cultura negra. Muito mais que uma apresentação, a Mostra, para os participantes, representou a forma como a inclusão é trabalhada no município.

“Essa Mostra significa muito para nós que fazemos a comunidade negra em Cabedelo, porque dessa forma o município está mostrando que está trabalhando não apenas a inclusão da pessoa com deficiência, mas a inclusão como um todo. E essa comemoração deve ser contínua para nós, porque é muito sofrimento, muita luta, mas essa data é para lembrar a importância do negro no país”, lembrou a coordenadora do Grupo de Dança de Inclusão, Gabi Soares.

Para a intérprete de libras Kalluh Nascimento, que também participou da Mostra, o evento foi bastante revelador e mostrou o reconhecimento que Cabedelo tem com a sua população afro-brasileira.

“Eu nunca tinha participado de nenhum evento voltado para o negro, mas desde que eu cheguei aqui na cidade comecei a me envolver, pois Cabedelo é muito rica e integra a diversidade. Eu vejo que esse debate não fica apenas nessa época, é durante o ano todo”.

A Mostra de Beleza contou, ainda, com exposição de artesanato do grupo do Centro de Convivência do Idoso (CCI); e parceiros como a Racco - que fez demonstração dos produtos e agendamento de limpeza de pele – e a BioExtratus – que ofereceu análise capilar e distribuição de amostras grátis de produtos específicos para cabelos cacheados e afro.

Avaliação – A comemoração da Semana da Consciência Negra esse ano recebeu um reforço do governo municipal, demonstrando o empenho no combate ao preconceito e a conscientização do valor da diversidade étnico-racial e cultural no município. Durante a Semana, foi promulgada e Lei Municipal nº 1.763/2015, que instituiu o dia 17 de novembro como o Dia municipal da Consciência Negra.

A iniciativa ainda mobilizou toda a cidade com palestras, jogos pela igualdade, mostras culturais e uma sessão especial na Câmara Municipal para discutir o preconceito e o racismo. 

Para Vanuza Diniz, os debates promovidos na Semana são apenas o início de uma jornada rumo ao respeito das diferenças em todos os ambientes.

“Essa Semana foi extremamente positiva. Vimos o engajamento dos profissionais de várias secretarias do município, a participação dos grupos populares, os trabalhos produzidos com os alunos em sala de aula. Mas isso não é o final. É apenas o início de um debate, de uma trajetória que pretendemos dar continuidade para que a população de Cabedelo possa ter essa questão étnico-racial bem resolvida”.

Os debates da consciência negra também abrangeram as escolas, e é notável o aprendizado por parte dos alunos.

“Com essa conscientização a gente espera que as pessoas que ainda insistem no racismo parem. E para aqueles que têm vergonha da cor, que se assumam negros, porque eu acho a minha cor linda”, afirma Kailany Cristine, de 13 anos, aluna da escola Marizelda Lira da Silva. A jovem, aliás, revelou, bastante emocionada, já ter sofrido com o preconceito por várias vezes. 

“Uma vez, ao sair de um restaurante, eu tentei ajudar uma senhora que ficou presa na porta, mas ela não quis a minha ajuda. Quando eu estava entrando no carro, ela disse bem assim: ‘Esse pessoal dessa cor diferente pensa que é gente’. Isso marcou muito. Mas eu não ligo muito, eu amo a minha cor e o que importa é o meu querer e não o dos outros”, finaliza. 

Secom Cabedelo




Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Seminário de Planejamento do Projeto Vivendo Cabedelo
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180