Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
PMC elabora Plano de Ações Integradas de Combate ao mosquito Aedes Aegypti
8/12/2015 - Secretaria de Saúde

Foto de Internet



A Secretaria de Saúde de Cabedelo (Sescab), por meio da Vigilância Ambiental, está em fase final de elaboração do Plano de Ações Integradas de Combate ao Aedes Aegypti do município para 2016. Desde abril de 2014, a Sescab vem desenvolvendo várias ações em rede visando intensificar o combate ao mosquito, transmissor da Dengue, da Febre Chicungunya e do Zika Vírus. 

Em uma ação integrada com diversas secretarias municipais e o Corpo de Bombeiros, a Sescab vem monitorando pontos críticos para o surgimento do mosquito, como depósitos de pneus e entulhos. Segundo a Vigilância Ambiental, na maioria dos focos localizados e tratados foram encontradas apenas larvas de Culex spp (muriçoca comum).

"Apesar de Cabedelo ser uma cidade portuária - cercada por rio e mar, e que recebe diversos turistas de todo o país, tornando-a vulnerável à epidemias de doenças transmitidas por vetores como os mosquitos da Dengue, Chicungunya e Zika Vírus - estamos em uma situação de controle satisfatória", defende o secretário de Saúde, Jairo Gama. 

Situação controlada - De acordo com o último Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado (SES), publicado no dia 28 de novembro deste ano, a situação de Cabedelo quanto a casos de doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti está controlada. Foram registrados, até a presente data, 132 casos de Dengue. Quanto ao Zika Vírus e ao Chicungunya, não há casos confirmados a partir de exames ao longo de 2015. Os diagnósticos do Zika são devido aos sintomas clínicas, e por exclusão. A cidade, ainda de acordo com a SES, registrou dois casos suspeitos de Microcefalia em bebês. 

Segundo o Boletim, a situação entomológica de Cabedelo está dentre os menores níveis no Levantamento de Índice Rápido de Aedes Aegypti (LIRA). Nos quatro últimos levantamentos realizados ao longo deste ano, a cidade ficou em nível 1  de infestação - quando o máximo é o 5. 

Plano de Ações Integradas - Dentre várias ações de rotina, o Plano de Ações Integradas de Combate ao Aedes Aegypti em Cabedelo pretende, em 2016: 
I - Implementar no município, com base legal, a fiscalização de imóveis fechados ou áreas suspeitas de focos do Aedes Aegypti, mediante mandado judicial; 
II - Instituir nas escolas municipais o Programa Protagonista Ambiental, levando o alunado a atuar como multiplicador dos adequados conceitos de prevenção e combate ao Aedes Aegypti; 
III - Ampliar ações conjuntas com o Batalhão do Corpo de Bombeiros, de forma a facilitar o acesso às áreas e locais de difícil entrada; 
IV - Ampliar e manter a divulgação das ações junto às comunidades, abordando formas e técnicas de prevenção e controle dos focos por parte da população, bem como sua responsabilidade no esforço de prevenção; 
V - Ampliar os níveis de coleta de entulhos e resíduos domésticos, principalmente em áreas de terrenos baldios e pontos críticos, quando possível e dentro da legalidade; 
VI - Recuperar e ampliar os serviços de Coleta Seletiva, visando a redução de descarte inadequado de vasilhames. 

Para denunciar ou apontar casos suspeitos de foco do mosquito Aedes Aegypti, a Vigilância Ambiental disponibiliza, de segunda a sexta-feira, o telefone (83) 3250.3501. As denúncias também podem ser encaminhadas para o email sescab.va@cabedelo.pb.gov.br , ou ainda por meio do site oficial da PMC, no link do Cabedelo em Ação. 


Secom  Cabedelo









Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Outubro Rosa 2017
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180