Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Operação Arrastão intensifica ações de combate ao Aedes Aegypti
8/3/2016 - Secretaria de Saúde

Thiago Pantera



A Secretaria de Saúde de Cabedelo (Sescab), por meio da Gerência de Atenção Básica, vem realizando, desde o começo do mês, diversas ações educativas e de combate ao mosquito Aedes Aegypti, vetor da Dengue, Chikungunya e Zika Virus, nas comunidades cabedelenses. 

Sob o slogan, “O perigo aumentou e nosso cuidado também! Um mosquito não é mais forte que um país inteiro; não deixe água parada!", o projeto começou com ações educativas nas 20 Unidades de Saúde da Família (USF) do município, visando a conscientização da população sobre os cuidados de prevenção a essas doenças. 

Denominado “Operação Arrastão”, a mobilização busca realizar, até o mês de abril, mutirões nos diversos bairros da cidade, mobilizando as comunidades e conscientizando a população quanto aos adequados procedimentos de limpeza, descarte e coleta de resíduos, além de realizar o combate aos focos de proliferação do mosquito.

Segundo a gerente de Atenção Básica, Suênia Chacon, as ações de caráter preventivo são de grande importância devido à proximidade do período chuvoso, que é mais propício à proliferação do mosquito.

“É um trabalho contínuo e de responsabilidade de todos, que, de uma maneira cada vez mais integrada entre os órgãos de controle e a população, precisa ser intensificado nesse momento. Só assim poderemos prevenir a proliferação do vetor dessas doenças, destruindo os criadouros do mosquito e construindo compromissos e responsabilidades no seio das comunidades antes da chegada do período chuvoso”. 

As próximas USFs que irão participar da Operação Arrastão serão as de  Jardim, nesta quarta-feira (9); Campina da Vila - Mercado Público de Cabedelo, na sexta-feira (11); e Renascer 3-1, 3-2 e 3-3, no próximo dia 16. 

Plano de Ação - A partir de reuniões com técnicos e setores de enfermagem, um Plano de Ação foi elaborado pela Sescab, envolvendo todo o corpo médico e paramédico da Atenção Básica, além dos profissionais e técnicos ligados à Vigilância Ambiental, Epidemiológica e Zoonoses.

Semanalmente, algumas USFs comandarão a Operação em suas respectivas comunidades, contando com o apoio material e de pessoal dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combate às Endemias (ACE). Em grupos, as equipes visitarão residências, procedendo vistorias nos imóveis e prestando toda a orientação necessária às famílias de como combater o Aedes Aegypti.

Informações sobre casos suspeitos e possíveis focos do mosquito serão reportados diretamente à USF. Os profissionais estarão munidos de três kits compostos por cartazes, faixas e folhetos informativos sobre criadouros do mosquito e sintomas das doenças.

Para a moradora Josevânea Pereira dos Santos, da Rua Lírio do Vale, em Oceania, onde ocorreu a Operação nesta terça-feira (8), a população tem que se unir para organizar e melhorar o descarte de lixo. 

“Aqui na nossa rua não temos tido casos de Dengue, mas se as pessoas continuarem a colocar lixo nos terrenos e calçadas de qualquer jeito, é só chover que o mosquito aparece”. 

Para outras informações ou denúncias de focos do Aedes Aegypti, a população pode entrar em contato com o Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses (Cvaz), no telefone: (83) 3250.3501.

Secom Cabedelo






Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Seminário de Planejamento do Projeto Vivendo Cabedelo
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180