Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Projeto pioneiro na Paraíba vai levar aulas gratuitas de bateria às escolas municipais
13/6/2016 - Secretaria de Educação

Michael Sampaio



A Secretaria de Educação (Seduc), por meio do Setor de Projetos Educacionais e da Coordenação do Centro de Artes e Cultura, realizou, nesta segunda-feira (13), o lançamento do projeto Bateria Interativa na Escola.

A iniciativa pioneira na Paraíba, que faz parte das atividades do Ano Cultural Hermes Nascimento, tem por objetivo incentivar a musicalidade nas escolas através de atividades com instrumentos percussivos, bem como propiciar benefícios no processo ensino-aprendizagem na vida escolar.

A cerimônia de lançamento, realizada no Auditório da Seduc, reuniu alunos, pais e diretores das escolas envolvidas na primeira fase do projeto para a aula inaugural, ministrada pelo professor Augusto Alves Barbosa. Na oportunidade, foram dadas as informações gerais sobre o curso, uma introdução do que será visto nas aulas e uma performance instrumental do professor ministrante. Também foram abordados temas sobre a responsabilidade, disciplina, normas e regras do Centro de Artes, onde acontecerão as aulas.
  
Seis escolas participam dessa primeira fase do Projeto: Altimar de Alencar Pimentel, Rosa Figueiredo de Lima, Silvana Pontes, Maria Pessoa Cavalcanti, Damásio Franca Macedo e Paulino Pinto. 

“É um projeto bastante dinâmico porque envolve o aluno e a escola como um todo, quebrando a monotonia da sala de aula. Acredito que os gestores abraçaram, acolheram esse projeto e incentivaram os alunos a participar, porque a arte perpassa todo o processo de ensino-aprendizagem. E esse processo não é só o professor e o aluno na sala de aula. Também tem que ter foco nos aspectos culturais, do esporte, da arte. Como as diversas ações que são desenvolvidas dentro da escola, essa é mais uma que vem fortalecer o nosso ensino”, comentou o secretário de Educação, Alsony Meireles.

De acordo com o coordenador de projetos educacionais, Gilberto Silva, a escolha das escolas participantes dessa primeira etapa do Bateria Interativa  seguiu o critério de proximidade do Centro de Artes, para facilitar o acesso e tranquilizar pais quanto a segurança dos filhos, já que os matriculados frequentarão as aulas em período oposto às aulas normais. Gilberto ainda destacou o oportuno pioneirismo da iniciativa para Cabedelo.

“Acredito que o surgimento desse curso não poderia ter acontecido em outro município do Brasil. Cabedelo é berço e celeiro da cultura. Temos coco de roda, a ciranda, a Nau Catarineta e tantos outros artistas individuais que desenvolvem trabalhos no campo da cultura na cidade. Há três anos, apresentamos um evento fenomenal nesse aspecto, que é o Ano Cultural. Evento que envolve todo o sistema educativo municipal, que nada mais é que a valorização das raízes da cultura local, musical e artístico-cultural da terra. Cabedelo foi a cidade certa e parabenizo a gestão por acreditar e ter um olho especial para a cultura da cidade, assim como a Seduc, por abarcar todos os projetos já postos, assumir iniciativas e programas que estão chegando, todos voltados para uma melhor educação”, ressaltou.

Dinâmica do curso - Ao longo de 4 meses, uma turma de 32 alunos participará das aulas do curso básico de bateria, no Centro de Artes e Cultura. Serão formadas 8 turmas, sendo 4 no turno da manhã e 4 à tarde. Cada turma será composta por 4 alunos, com 1 aula por semana, com duração de 1h30. Os participantes foram escolhidos entre os alunos do 4º ao 9º ano.

Cada aluno receberá, em forma de empréstimo, um praticável percussivo e duas baquetas para praticar as aulas em casa, seguindo as orientações pedagógicas do professor. A avaliação será contínua e, a cada mês, os alunos farão provas escritas e práticas. As aulas têm início previsto para a próxima quinta-feira (16).

De acordo com o professor Augusto Barbosa, serão vistos durante o curso tópicos sobre a história da bateria, composição do instrumento, propriedades do som, teoria musical, manuseio do instrumento, rudimentos e ritmos brasileiros. Ele também explicou as vantagens da bateria para a formação dos alunos.

“A bateria é um instrumento completo, com o qual a criança desenvolve a coordenação motora dos membros superiores e inferiores e também a mente. Com esse instrumento, a gente enxerga uma ferramenta muito grande na área da educação. Ele incentiva a cultura e desenvolve na criança uma visão bem mais ampla, além de trazer benefícios na correção postural e na desenvoltura com o público”, explicou.

Barbosa também comentou a oportunidade que Cabedelo está oferecendo aos alunos da rede pública em termos de educação e até de profissionalismo futuro.

“É um plano piloto em que, pela primeira vez, se vê o ensino de um instrumento popular como a bateria sendo oferecido, gratuitamente, à crianças de escolas públicas municipais. Meu primeiro contato com a bateria se deu aos nove anos e, na minha época, não tive essa oportunidade. Hoje, graças a Deus, com essa iniciativa da PMC, posso ver esse sonho sendo realizado: a oportunidade de ter música, ter cultura sendo incentivada para as crianças, e isso nos faz prever um futuro realmente promissor”, concluiu.

Secom Cabedelo





Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Seminário de Planejamento do Projeto Vivendo Cabedelo
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180