Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Artesãs do Ondinas expõem peças da coleção Oceano na Fortaleza de Santa Catarina até sábado
25/10/2016 - Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres

Michael Sampaio



Técnicas do artesanato regional, materiais e inspiração marinha aplicadas em peças de vestuário e acessórios compõem a exposição de moda Oceano, aberta nesta terça-feira (25), na Fortaleza de Santa Catarina. O evento é o resultado do Ondinas Cabedelo, projeto desenvolvido pela Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres de Cabedelo (SEPM), sob orientação do estilista Léo Mendonça. 

A apresentação ficará aberta à visitação até sábado (29), das 10h às 17h, e contará, também, com a presença de artesãs participantes do projeto, numa espécie de mercado livre, com exposição de exemplares de suas produções para comercialização. 

"A exposição é uma grata oportunidade para que todos possam conhecer e apreciar o trabalho de nossas artesãs. Muito feliz em ver o fruto de um projeto tão promissor como o Ondinas começar a florescer. Convido todos a irem prestigiar essa exposição. É de dar orgulho a quem ama, cuida e acredita em Cabedelo", destacou o prefeito Leto Viana, que esteve presente a lado da primeira-dama, vereadora Jacqueline Monteiro. 

As peças expostas foram confeccionadas por 42 artesãs locais que, durante três meses, receberam capacitação e utilizaram técnicas, recursos naturais e característicos do artesanato local, além de boas doses de criatividade para produzir os itens da exposição. As peças são confeccionadas a partir das técnicas de crochê e materiais naturais, como escamas de peixe e osso.

“Estou experimentando, hoje, uma sensação de dever cumprido, principalmente pelo reconhecimento que estou vendo tanto das artesãs como da gestão. É uma alegria muito grande ver um trabalho ser reconhecido e poder avaliar seu êxito. Daqui até o dia 29, esperamos que as pessoas visitem a exposição, observem as peças e conheçam o trabalho de nossas artesãs”, declarou a secretária da SEPM, Mônica Pimentel. 

Para o estilista Léo Mendonça, que coordenou toda a elaboração das peças, a exposição é fruto de um trabalho criterioso e baseado em muita pesquisa e dedicação. 

 “A exposição é a conclusão de um trabalho que contou com o apoio total da Prefeitura. Partimos do conhecimento do trabalho das artesãs locais, a tipologia artesanal, principalmente o crochê e os trabalhos com as escamas de peixe. A partir daí, passamos por todas as etapas de desenvolvimento de uma coleção. Primeiramente, pela definição de um tema para a nossa coleção. Como Cabedelo é uma cidade de praias e rios, porto e tudo mais, nada mais justificável que trabalhássemos com o tema Oceano. Partimos para uma pesquisa profunda a respeito do que são a fauna e a flora oceânica, e isso serviu como referência para o desenvolvimento da nossa coleção”, explicou o estilista Leo Mendonça.  

Valorização do artesanato local - A artesã Regiane da Silva Santos trabalha com crochê e está no Ondinas desde o começo. Ela conta um pouco sobre a experiência de produzir a coleção e de como o projeto mudou sua vida.

“Para mim, o projeto foi maravilhoso. Antes dele, a gente fazia as peças, mas não tinha muita divulgação. Vendia em casa mesmo, para amigos e parentes. O Ondinas abriu um leque de opções pra gente poder fazer exposição, sair e ver nossa produção sendo divulgada”. 

Já Sueliane Ferreira Silva Melo, que também trabalha com crochê, avaliou a influência positiva que o projeto teve em sua vida. 

“Depois que passei a participar do Ondinas, foi tudo bom para mim. Eu vivia em casa e hoje eu saio, conheço as pessoas, converso e exponho meu trabalho. Estou muito satisfeita com esse projeto. Eu já comercializava, mas vejo novas perspectivas para vender. O projeto foi tudo de bom em minha vida”, revelou.

Turistas encantados – Durante a abertura da exposição, diversos turistas passaram pela Fortaleza e aproveitaram a visita ao monumento histórico para apreciar as peças da coleção Oceano. A turista catarinense Salete Biling foi uma delas, e mostrou-se encantada com o artesanato local. 

 “Achei uma boa exposição, uma boa mostra do artesanato local. O artesanato nativo chama atenção e eu gosto disso. Sou apaixonada por essa parte do litoral paraibano. É muita sorte estar aqui e encontrar uma mostra desse nível”, comentou.

Êxito e continuidade – O projeto Ondinas, que é uma iniciativa da SEPM em parceria com o Desenvolver Cabedelo, tem por objetivo capacitar as artesãs locais na área do estilismo e na criação de produtos artesanais, como forma também de revitalizar o artesanato local, valorizar e integrar essas artistas. 

Para a secretária Mônica Pimentel, além do viés criativo, o projeto também se notabiliza por gerar renda às participantes. 

“Temos artesãs que nos procuraram relatando, com alegria, não ter condições de entregar todos os pedidos recebidos, assim como depoimentos de quem já está vendendo para fora do Estado. Para mim já valeu a pena gerar a possibilidade delas estarem mostrando o produto, vendendo e tendo uma melhoria de vida no aspecto financeiro”. 

A próxima ação do Ondinas é a realização de um curso com consultor das linhas Circulo, com previsão de acontecer entre os dias 24 e 25 do próximo mês.

Secom Cabedelo
 









Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Programa Peixe na sua Mesa
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180