Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Semais debate em oficina causas, consequências e responsabilidade do Trabalho Infantil
26/10/2016 - Secretaria Municipal de Assistência Social

Michael Sampaio


A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria de Ação e Inclusão Social (Semais), realizou, nesta quarta-feira (26), no Cabedelo Clube, uma oficina sobre o tema “Trabalho infantil – causas, consequências e responsabilidades”. O encontro reuniu cerca de 100 servidores municipais que formam a Rede de Proteção e Combate ao Trabalho Infantil na cidade portuária.  

O evento também contou com a participação de representantes de entidades como o Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador (Cerest); o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepeti); o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA); e o Ministério Público do Trabalho (MPT), dentre outros.

“Essa oficina está sendo construída a partir de uma provocação do Creas, o Centro de Referência em Assistência Social, que é onde se concentra a coordenação das várias atividades voltadas ao combate ao trabalho infantil aqui em Cabedelo. Nosso esforço é no sentido de buscar maior eficácia em nossas ações, fazendo interagir entre si as diversas áreas de governo envolvidas, como Saúde, Educação, Conselhos Tutelares, a própria Semais, entre vários outros setores comprometidos com o tema”, explicou o secretário da Semais, Euzo da Cunha Chaves.

Para a Procuradora do Trabalho Maria Edilene Lins Felizardo, Cabedelo, apesar de algumas ações positivas, ainda é carente de políticas públicas que erradiquem de vez o trabalho infantil, realidade que faz parte da maiorias das cidades paraibanas. 

“Estamos aqui imbuídos na união de forças entre os vários órgãos comprometidos com o combate ao trabalho infantil. Sabemos da importância de uma rede de assistência eficiente e de ações voltadas a oferecer, por exemplo, escolas em tempo integral, mais motivadoras, mas também uma adequada abordagem à família do menor exposto ao trabalho infantil, e uma presença mais constante em áreas de risco, como vemos em praias, mercados e feiras”, destacou. 

Para a Procuradora, o Poder Público Municipal deve buscar o comprometimento das comunidades nesse trabalho, “conscientizando as pessoas no sentido de que o trabalho infantil não dignifica a criança, além de impedir que ela desenvolva adequadamente suas potencialidades intelectuais, físicas e psicológicas”, finaliza. 
 
Secom Cabedelo



Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Outubro Rosa 2017
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180