Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Projeto Bateria Interativa na Escola certifica primeiros alunos em Cabedelo
16/12/2016 - Secretaria de Educação

Michael Sampaio


A Secretaria de Educação de Cabedelo (Seduc), por meio do Setor de Projetos Educacionais e da Coordenação do Centro de Artes e Cultura (Cearte), realizou, na noite desta quinta-feira (15), uma solenidade especial para a culminância das atividades do projeto Bateria Interativa na Escola.

O evento, ocorrido no auditório da Seduc, reuniu alunos, pais, diretores e/ou representantes das escolas envolvidas e da própria Secretaria, que acompanharam as audições e certificações dos 16 alunos que chegaram ao final do primeiro módulo do projeto. Tópicos como história da bateria, composição do instrumento, propriedades do som, teoria musical, manuseio do instrumento, rudimentos e ritmos brasileiros foram vistos durante os quatro meses de curso.

Pioneira nas escolas públicas da Paraíba, a iniciativa integrou as atividades do Ano Cultural Hermes Nascimento, e teve como objetivos principais incentivar a musicalidade nas escolas e explorar a diversidade cultural musical com o instrumento percussivo, bem como propiciar benefícios no processo ensino-aprendizagem na vida acadêmica e pessoal dos envolvidos.

"Acolhemos essa ideia com muito respeito, por acreditar no poder transformador das pessoas quando se envolvem com a arte musical. E, hoje, agradecemos a dedicação da nossa equipe pelo resultado alcançado. Ficamos emocionados em ver os pais felizes e, principalmente, crianças com tamanha desenvoltura num instrumento tão complexo. O projeto é de extrema importância e terá continuidade com o apoio da Prefeitura Municipal. Inclusive divulgo, em primeira mão, que já estamos providenciando a aquisição de novos equipamentos para a formação de novas turmas para iniciantes e participantes do segundo módulo", destacou o secretário de Educação, Alsony Meireles. 

Ex-aluno da rede municipal de ensino e formado em Música Popular pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), o ministrante do projeto, Augusto Barbosa, comentou sobre os resultados alcançados com os alunos.

"Cabedelo é um berço de talentos, e a Prefeitura da cidade abraçou essa iniciativa com muito carinho. O maior mérito desse projeto é perceber que essas crianças tem um potencial muito grande e podem desenvolver habilidades extras de raciocínio lógico, criatividade... E tudo através do instrumento bateria. A atividade musical consiste em muito mais do que apenas aprender a tocar um instrumento, e vai além do exercício de coordenação motora, ali acontece trabalho em equipe, superação em vencer as barreiras pessoais e a possibilidade de o aluno se descobrir profissional e culturalmente. Meu sentimento é de gratidão em poder participar desse projeto inovador”.

Apoio dos pais - Ao conversar com os pais e alunos, Augusto também comentou sobre sua experiência pessoal com a música e sobre como é importante o apoio da família. "Aula de bateria, fora deste âmbito, custa muito caro, eu sei disso por experiência própria e, por esse motivo também, o projeto faz a diferença. Quando eu decidi ser músico foi muito difícil, eu sequer tinha coordenação motora e muito menos poder aquisitivo para frequentar as aulas, porém, eu tive força de vontade e pessoas que me apoiaram. É importante que os filhos de vocês tenham apoio. Música é sentimento e isso se aplica em tudo que formos fazer na vida. Esses alunos deram o melhor de si e já são vencedores", finalizou.

Na ocasião, as próprias crianças e adolescentes comentaram sobre a mudança de comportamento após a inclusão no projeto. Para a Ana Luísa Gomes, de 8 anos, estudante do Instituto Educacional Jesus de Nazaré, a bateria a deixou mais atenta. "As aulas foram boas, divertidas... Aprendi o nome dos instrumentos, as notas musicais, as pausas... Agora fico mais atenta e até faço bateria na mesa quando escuta música”, diverte-se. 

Já Valdeci Neto, de 12 anos, aluno da Escola Municipal Maria Pessoa, comentou sobre a realização de seu sonho. "Sempre tive vontade de tocar um instrumento e agora apareceu essa oportunidade. Quero continuar estudando. Praticar bateria trabalha minha coordenação motora, minha concentração, minha paciência... Principalmente minha paciência". 

Presenças - Além do secretário Alsony e do ministrante Augusto Barbosa, também marcaram presença no evento e integraram a mesa solene a diretora de ensino Enilda Cléia; o coordenador do setor de projetos educacionais, Gilberto Silva; e a coordenadora adjunta do Cearte, Dalvanira Maia.

Sobre o Cearte - Atualmente, situado no Casarão da rua Presidente João Pessoa, s/nº, os trabalhos desenvolvidos no Centro de Arte e Cultura são abertos e gratuitos, com foco principal na comunidade escolar, mas com atividades abertas para toda comunidade cabedelense. O Centro funciona nos horários diurno e noturno, com aulas em ritmo de oficinas diversificadas.

Além do projeto de bateria interativa, que também tem vagas para adultos, lá ainda são oferecidas aulas de dança popular, técnica vocal e canto, violão, guitarra, flauta, artes cênicas e artes visuais coordenador por uma equipe multidisciplinar.

As matrículas para as atividades do ano de 2017 já estão abertas. Mais informações pelo telefone (83) 9 8819-6739.

Secom Cabedelo




Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


36 Anos Da Escola Rosa Figueiredo
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180