Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
No Dia Internacional da Mulher, PMC destaca ações e projetos em defesa dos direitos e do bem-estar das cabedelenses
8/3/2017 - Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres

Design Secom


Neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPM), lembra as conquistas alcançadas em defesa dos direitos e da saúde da cabedelense.

Cabedelo foi o 4º município paraibano a criar uma Secretaria específica para as mulheres, através da Lei nº 1.696/2014. De lá pra cá, a pasta, liderada por Mônica Pimentel, já promoveu diversos programas e projetos que buscam não apenas a luta pelos direitos das mulheres, como também sua inserção no mercado de trabalho, a melhoria de sua autoestima e a conscientização da importância de cuidar de sua saúde. 

“Cabedelo tinha uma dívida imensa com as cidadãs cabedelenses, pois não havia a preocupação com políticas públicas voltadas para o bem-estar das mulheres. Temos a honra de ser o 4º município paraibano a criar a Secretaria da Mulher. E desde 2014, realizamos ações, programas e projetos que buscam a valorização do sexo feminino, a luta pelos nossos direitos, a não violência doméstica e sexual... Além de promover atividades que as integram, melhoram sua saúde, sua autoestima e a incentivam a terem uma profissão, uma atividade rentável. Hoje, as mulheres de Cabedelo têm um espaço onde buscar conforto e auxílio; têm alguém que luta por elas, que a defende, que dá a elas oportunidades e um futuro melhor”, destaca Mônica Pimentel. 

Saúde às cabedelenses - Um dos primeiros programas encabeçados pela SEPM foi o de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica. Criado em outubro de 2014, a iniciativa já prestou atendimento integral a 50 mulheres cabedelenses, vítimas de abusos.

Em junho de 2015, a SEPM implantou o Programa Mulher Saudável, em parceria com as Secretarias de Saúde e de Ação e Inclusão Social. O projeto  contempla 350 mulheres, e promove, semanalmente, aulas de danças e ritmos, de forma gratuita. As inscrições para as atividades devem ser feitas na SEPM. Os documentos necessários são xerox do RG, comprovante de residência e atestado médico comprovando aptidão para a prática de atividades físicas. 

Ainda nessa linha de abordagem à problemática da saúde da mulher, a SEPM já realizou três edições do Fórum do Outubro Rosa, focado na orientação e oferta de atendimento preventivo ao Câncer de Mama, principalmente pela realização de mutirões de mamografia digital. Por falar nisso, a SEPM esteve engajada, desde a sua criação, na aquisição de um mamógrafo para a cidade que, desde a sua chegada (em outubro de 2014), já realizou mais de 3.300 exames. 
 
Emprego e renda às cabedelenses - Além de promover e incentivar os cuidados com a saúde, a SEPM também conta com programas que geram emprego e renda às cabedelenses, e proporcionam a elas a tão sonhada independência financeira. Um deles é o Maria Empreendedora, que oferece cursos e oficinas de capacitações em diversas áreas. Lançado em outubro de 2015, o projeto já beneficiou mais de 400 mulheres, com cursos de cabelereira e maquiagem, oficinas de docinhos e bolos, horticultura orgânica, cuidador de idoso, auxiliar de cozinha, informática, além de três workshops em crochê.  

Outro programa que vem dando certo e sendo destaque em nível nacional é o Ondinas de Cabedelo, voltado à produção e à valorização do artesanato local. Criado em janeiro do ano passado, o projeto já atendeu e beneficiou diretamente 60 mulheres artesãs, com cursos de capacitação, oficinas e exposição que transpuseram os muros da Fortaleza de Santa Catarina e as levaram ao reconhecimento em toda a Paraíba.  

O programa resultou até em uma coleção de roupas e peças: a Oceano, coordenada pelo estilista Léo Mendonça. O Ondinas busca, basicamente, capacitar as artesãs na área do estilismo e na criação de produtos artesanais como forma, também, de revitalizar o artesanato local, valorizar e integrar as artesãs do município.  Entre as metas do projeto estão a capacitação, o apuro das técnicas artesanais, a criação e elaboração de peças de design de modas (roupas e acessórios), a montagem de portfólio das peças da coleção, a documentação fotográfica e vídeográfica e a exposição artística. 

O nome do projeto é uma referência aos elementos aquáticos que traduzem os mistérios da beleza, da sedução, da sensualidade, do romantismo e da energia da água. As ondinas são as guardiãs da água. É também uma referência à tendência dominante entre os artesãos cabedelenses de trabalhar com subprodutos da atividade pesqueira, como mariscos e escamas de peixe, atividade na qual é pioneira.

O que vem por aí – Para esse ano, a SEPM já criou o projeto Mel de Rosas, que busca reunir mulheres em um grupo de apoio à luta contra o câncer de mama. Além disso, a ação vai realizar outras atividades, como aulas de ritmos, avaliação nutricional e cardiológica e noções de empreendedorismo. 

Ainda este ano, o Ondinas vai ganhar sua 2ª edição, prevista para começar em abril, e que vai trabalhar produtos voltados para cama, mesa, banho e decoração.

Secom Cabedelo



Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Festival de Crochê
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180