Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Ondinas de Cabedelo lança 2ª edição em abril e abre inscrições para artesãs
24/3/2017 - Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres

Design Secom



A Secretaria de Politicas Públicas para as Mulheres (SEPM) lança, no próximo dia 4, a 2ª edição do Projeto Ondinas de Cabedelo. Após o sucesso da coleção Oceano – composta por roupas e acessórios produzidos com técnicas e recursos característicos do artesanato local – o novo módulo pretende investir na criação de peças artesanais de decoração e utilitários domésticos.

Para esta nova etapa já estão inscritas 60 artesãs, e o cadastro para participar continua até o dia 3 de abril, na sede da SEPM. As interessadas devem levar cópias dos documentos de identificação e comprovante de residência. 

Intitulada “Arte e Ofícios de Produtos Artesanais”, a nova investida do projeto visa contemplar a criação de objetos para decoração de ambientes e explorar a criatividade das artesãs cabedelenses. Para tanto, a oficina, coordenada pelo estilista Léo Mendonça, vai explorar técnicas e matérias-primas largamente utilizadas na produção do artesanato cabedelense, bem como investir em outros conceitos, como a reciclagem de materiais.

“Essa 2ª edição do Ondinas representa a continuidade de uma iniciativa que deu muito certo. Conseguimos produzir uma coleção, revelar a criatividade das artesãs locais e, além de tudo, projetar a criações de nossas artesãs para além dos limites da cidade”, destacou a secretária Mônica Pimentel. 

“Nosso intuito agora não é só habilitar as artesãs na área de estilismo e criação de produtos de moda com artesanato, como foi feito na edição passada, quando trabalhamos produções e acessórios como brincos, colares e pulseiras. Nessa 2ª edição, vamos dar prosseguimento à pesquisa da diversificação das criações dos produtos, desenvolvendo segmentos de peças artísticas exclusivas, por não serem produzidas em série, e objetos decorativos e utilitários, como luminárias, bandejas, objetos de cama e mesa, brinquedos e tudo o mais que a criatividade permitir”, completou Léo. 

A estratégia dessa nova etapa do Ondinas não é produzir uma coleção como na edição anterior e, sim, seguir uma produção sequencial obedecendo às datas festivas do calendário local. A princípio, serão cinco etapas, com produções relativas ao período de Páscoa (abril), mês das Mães e das Noivas (maio), Festas Juninas (junho), Primavera (setembro) e Natal (dezembro).

Materiais e criatividade – Assim como na edição 2016, o projeto Ondinas continuará com a mesma filosofia de privilegiar as técnicas e os materiais fartamente utilizados na produção do artesanato cabedelense. O conceito, porém, é capacitar as artesãs na área de design de produtos, aprimorando criativamente o que já se produz e investindo em novas criações.

“Planejamos trabalhar com a arte e o ofício, que é investir na habilidade de fazer alguma coisa manualmente e que tenha uma utilidade, algo que vá se utilizar. Além disso, explorar muito o lado criativo, com o intuito de introduzir muito o diferencial, de sair da mesmice de que já existe no mercado, procurar cada vez mais algo diferente para tornar as criações mais atraentes. Entre os nossas intenções está, inclusive, a de fazer um editorial da produção com fotos, porque é necessário registrar tudo isso para que possamos apresentar para marcas que trabalham com esse segmento de decoração especificamente”, comentou Leo. 

De acordo com o coordenador do projeto, as oficinas vão buscar, prioritariamente, despertar a criatividade das artesãs para as inúmeras possibilidades de tornar os produtos mais atraentes para os consumidores, tanto com a utilização dos materiais que elas já utilizam, como para outros oriundos do aproveitamento de materiais recicláveis.
“Em Cabedelo existe muito o crochê, que é uma das tipologias de artesanato que mais se produz por aqui, além de escamas de peixe que têm sido muito valorizadas, mariscos e outros de origem marítima e dos rios. Vamos também trabalhar com o conceito de recicláveis, que é uma coisa atual e necessária”, destacou.

Parcerias - O projeto contará, mais uma vez, com a parceria do Desenvolver Cabedelo, para acesso às linhas de créditos e incentivo ao empreendedorismo, e com a Linhas Círculo S/A, através da realização de workshops na área de crochê e bordados. O primeiro dos wokshops está previsto para acontecer nos dias 22 e 23 de maio. No dia 26, a SEPM está organizando um evento que reunirá crocheteiras de toda a Paraíba, e que deve acontecer no Forte de Santa Catarina.

Entre as parcerias estabelecidas pelo projeto destaca-se, ainda, a Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), através do Ondinas Mercado Livre, cuja primeira edição aconteceu entre os dias 15 e 19 de fevereiro. Nos meses de abril, junho, setembro e dezembro, estão previstos novas exposições no Centro Turístico de Tambaú.  

O projeto Ondinas de Cabedelo foi lançado em fevereiro de 2016, e em sua primeira edição atendeu cerca de 40 artesãs que, durante as oficinas realizadas, produziram a coleção Oceano. Além das oficinas de criação, o projeto foi movimentado por visita a exposições de artesanato, workshops, palestras sobre empreendedorismo e exposições dentro e fora da cidade. 

Secom Cabedelo









Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Outubro Rosa 2017
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180