Redes Sociais - Facebook, Instagram, Twitter
Notícias
Programa Bateria Interativa na Escola conclui segundo ano e certifica 37 alunos
19/12/2017 - Secretaria de Educação

Paulo Lima



A Secretaria de Educação de Cabedelo (Seduc), por meio do Setor de Projetos Educacionais e da Coordenação do Centro de Artes e Cultura Escolar (Cearte), realizou, nesta segunda-feira (18), mais uma solenidade especial para a culminância das atividades do Programa Bateria Interativa na Escola, que completa dois anos de funcionamento em Cabedelo.

O evento, que aconteceu no Auditório da Seduc, reuniu alunos, pais, diretores e representantes das escolas envolvidas e da própria Secretaria. Na ocasião, foram realizadas apresentações dos alunos e certificações de conclusão dos 37 que chegaram ao final dos módulos I e II do programa. 

Tópicos como História da Bateria, Composição do Instrumento, Propriedades do Som, Teoria Musical, Manuseio do Instrumento, Rudimentos e Ritmos Brasileiros foram vistos durante os meses de curso. Os alunos que não tiveram a carga horária completa ou que não concluíram o programa receberam declarações de participação.

Pioneira nas escolas públicas da Paraíba, a iniciativa foi ampliada e, atualmente, conta com dois polos em Cabedelo: Polo I, que funciona na Primeira Igreja Batista (PIB) de Cabedelo; e o Polo II, na Associação de Pescadores e Marisqueiras do Renascer III. O Bateria Interativa na Escola tem como objetivos principais incentivar a musicalidade nas escolas e explorar a diversidade cultural musical com o instrumento percussivo, bem como propiciar benefícios no processo ensino-aprendizagem na vida acadêmica e pessoal dos envolvidos.

“Antes desse programa, nós fizemos pesquisas, visitamos workshops e grupos de bateristas e conhecemos esse universo, descobrindo coisas interessantes sobre a importância da prática desse instrumento e, a partir disso, vimos que era possível, sim, trazer essa proposta para a nossa rede de ensino. Ousamos porque sabíamos quais eram os benefícios, e agora o instrumento está sendo disseminado na juventude de Cabedelo através desse trabalho. Já existem, inclusive, diversos alunos praticando bateria em outras áreas”, afirmou Gilberto Silva, chefe do setor de Projetos Educacionais da Seduc.

A nova perspectiva do professor Augusto Alves para os próximos módulos é poder levar as apresentações dos alunos para mais perto do público. Augusto é ex-aluno da rede municipal de ensino e formado em Música Popular pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB).
 
“Hoje a gente pode observar o crescimento e o desenvolvimento dos alunos, pois, com o tempo, eles vão perdendo a timidez e tendo mais desenvoltura e prática com o público. Tem alunos que já estão tocando em grupos musicais e em igrejas, e podem colocar em prática o que aprendem nas oficinas continuadas”.  

Apoio dos Pais e desenvolvimento dos alunos - Ao conversar com os pais e alunos, é possível perceber quanto o programa tem sido benéfico. Foi o que testemunhou Davyson Gustavo, pai do aluno Emanuel, de 7 anos, diante dos outros pais.

“Para mim, é uma honra prestigiar essa culminância e experimentando isso junto com meu filho, que tem crescido muito nesse período. Até divisão ele aprendeu sozinho... Ele foi brincar com aquela coisa do tempo e do compasso e, de repente, estava fazendo operações matemáticas. E assim como todo instrumento musical, a bateria está ajudando muito em vários aspectos. Eu tenho acompanhado isso de perto, sempre estimulando, indo às aulas e vendo a dedicação de Augusto, que se mostra muito disciplinado. E é muito bom poder  receber esse presente. Queria agradecer à Secretaria de Educação e à Prefeitura de Cabedelo, pois sabemos que é muito difícil ter acesso a um curso como esse, e a gente tem de forma gratuita e bem na nossa porta”, disse. 

Já Leila Batista, mãe de Plínio Fabrício, que está desde o início no projeto, comparou o antes e o depois do seu filho nas oficinas. “De vez quando tem o barulho nas tampas de panela, mas dá para aguentar (risos). Meu filho melhorou muito o desempenho na escola e também o comportamento em casa. E ele estuda e se dedica muito nas oficinas. Antes desse projeto, ele era bastante distraído. Eu atribuo esse desenvolvimento às aulas do professor Augusto, que é muito disciplinado”. 

Os alunos receberam os certificados e alguns já se preparam para o módulo que será iniciado junto ao ano letivo em 2018. Satisfeitos, eles contaram suas experiências.

“Me interessei por bateria através de um aplicativo de celular, que simulava os ritmos percussivos, e depois de muito bater em tampas de panelas, tive o primeiro contato com o instrumento na igreja. Eu gosto muito de tocar rock, funk original e os hinos da igreja”, contou Marcos França, polo I, Módulo II, aluno do 9º ano da escola municipal Maria Pessoa Cavalcanti no Centro.

“Desde pequeno eu tinha o desejo de tocar bateria e nunca tinha tido oportunidade. Tem sido uma ótima experiência. A gente aprende cada vez mais para que um dia, quem sabe, seja profissional”, afirmou Armando Agostinho, Polo II, Modulo I, aluno do multisseriado da escola municipal Plácido de Almeida no Renascer.

Secom Cabedelo







Serviços on-line
Portal da Transparência
Tenha acesso a todos os indicadores
Sistema de Informação ao Cidadão
Reclamações, sugestões e críticas
Portal do Contribuinte
Acesse todos os serviços on-line da prefeitura
Contracheque
Serviço exclusivo para os servidores municipais
Galeria de Fotos
foto


Natal De Cores e Corais 2017
foto

foto
 
Prefeitura Municipal de Cabedelo
Rua João Pires de Figueiredo, S/N - Centro
CEP: 58.310-000 - Cabedelo - Paraíba
(83) 3250-3180