/SEPM concluiu mais um curso de crochê voltado às artesãs cabedelenses

SEPM concluiu mais um curso de crochê voltado às artesãs cabedelenses

A Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPM) realizou, nesta segunda e terça-feira (11 e 12), mais um workshop de crochê em parceria com as Linhas Círculo S/A. O evento, realizado no IFPB – Centro, teve a duração de 16 horas\aula e foi ministrado pela professora representante da Círculo, Simone Eleotério.

A atividade contou com a participação de 54 artesãs, que aproveitaram o momento para interagir entre si, aperfeiçoar e aprender novas técnicas.

“A promoção desses workshops tem ajudado as artesãs no aperfeiçoamento das técnicas, no empoderamento e na integração entre elas. A formação dos grupos dá mais oportunidade e, assim, elas têm conseguido se organizar para fazer viagens, participar de feiras e vender os seus produtos”, destacou Léo Mendonça, coordenador do grupo Ondinas.

A SEPM promove mensalmente um workshop de crochê em parceria com as Linhas Círculo, ministrado por diferentes instrutores que trazem novas técnicas e novidades sobre os produtos. Para este, a instrutora trouxe dicas para melhorar o acabamento e precificação dos produtos.

“Hoje eu dei dicas para elas sobre acabamento, que influencia muito no produto final; e também de precificação das peças. São toques para elas irem se profissionalizando cada vez mais. Esse é um grupo excelente para se trabalhar, empenhado, e o diferencial deste para outros grupos que eu tenho acompanhado é o apoio que elas recebem da Prefeitura, com a montagem de site para elas venderem as peças. Isso é muito raro, normalmente elas lutam muito para conseguir formar uma cooperativa, uma associação. E isso é muito positivo para elas”, pontuou Simone Eleotério.

A formação de um grupo de artesãs pela SEPM tem como objetivo promover a interação entre as artesãs e o estímulo ao trabalho para a promoção de emprego e renda. Mas, dentro desse contexto, o projeto tem feito muito mais pelas participantes, como é o caso de Maria Lúcia Carneiro, moradora do Jardim Manguinhos, que superou o início de uma depressão com apoio do grupo.

“Eu estava sem crochetar há 15 anos e comecei aqui no Ondinas através de um convite da minha cunhada, no ano passado. Na época, eu estava passando por problemas pessoais e com início de depressão e, aqui nesse grupo, eu me senti abraçada. Aqui a gente não só faz crochê, a gente faz amizade, troca ideias e se organiza, com o apoio da Secretaria, para vender nossas peças. O Ondinas para mim é uma terapia e fonte de renda”, finalizou.

A cada encontro realizado, as artesãs ganham mais conhecimento e intimidade com o grupo.

“Aqui a gente se encontra, trabalha e faz amizades, adquire novos conhecimentos, tanto da técnica como de materiais. Para mim, que sou sócia de uma lojinha de produtos, é muito bom, porque a gente fica conhecendo em primeira mão”, disse Marta Alcântara, artesã e empresária, moradora de Ponta de Mato.

Mega Curso – A SEPM vai promover, nesta sexta-feira (15), a 2ª edição do Mega Evento de Crochê, em parceria com a Linha Círculo. A iniciativa acontecerá no Ginásio Poliesportivo de Camalaú, às 14h, e contará com uma aula show ministrada por Simone Eleotério, com a presença de cerca de 350 artesãs.

Na programação, desfile de moda com roupas e produtos feitos em crochê e uma exposição da nova coleção do Ondinas, Flores Astrais.

Secom Cabedelo