18 DE MAIO Cabedelo realiza ações de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Carreata e debates marcam a passagem da data alusiva ao enfrentamento do problema

A Prefeitura Municipal de Cabedelo, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), realizou, nesta terça-feira (18), uma carreata em alusão ao Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – 18 de maio.

O evento compõe a programação do mês dedicado, nacionalmente, à realização de ações de conscientização acerca do problema no país. O evento reuniu usuários e profissionais engajados nos serviços e programas coordenados pela Semas.

A Semas também colocará a temática em discussão por meio de uma live, na quinta-feira (20), às 19h, no instagram da pasta – @semas_cabedelo, com o tema “Enfrentamento a exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes – Desafios em tempo de pandemia”.

“O objetivo dessa mobilização é convocar toda sociedade brasileira para o compromisso de proteger as crianças e adolescentes. É uma orientação nacional a que muitas Prefeituras aderem e desenvolvem atividades específicas para marcar a data. Em Cabedelo, o tema é trabalhado o mês inteiro nos Centros de Convivência, e realizamos a marcha para expandir a reflexão e levar a discussão para toda a sociedade. Conscientização é o lema”, comentou a secretária da assistência social, Cynthia Denize Cordeiro.

18 de Maio – O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído pela Lei Federal 9.970, de 17 de maio de 2000. A data marca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro.

A escolha da data é em memória do “Caso Araceli”, um crime que chocou o país na época. Araceli Crespo era uma menina de apenas 8 anos de idade, que foi violada e violentamente assassinada em Vitória, no Espírito Santo, no dia 18 de maio de 1973. Este crime, apesar de hediondo, ainda segue impune.

O Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes é o grupo responsável por organizar e promover nacionalmente a data. Durante todo o mês, a campanha Maio Laranja convoca a sociedade para refletir e participar  do enfrentamento ao abuso e à exploração infantil. A ação é veiculada em meios de comunicação e realizada por órgãos públicos e não governamentais, por meio de distribuição de material impresso e eventos presenciais. Excepcionalmente, em virtude das restrições da pandemia Covid-19, desde a edição 2020, a campanha tem se viabilizado por meio de carreatas e discussões online.

Canais de denúncias – Para denúncias de exploração e abuso sexual infantil, são disponibilizados os seguintes:

Disque 100 – Vítimas ou testemunhas de violações de direitos de crianças e adolescentes, como violência física ou sexual, podem denunciar anonimamente pelo Disque 100.

Disque 180 – Em casos de violência contra mulheres e meninas, seja violência psicológica, física, sexual causada por pais, irmãos, filhos ou qualquer pessoa. O serviço é gratuito e anônimo.

Em Cabedelo, a denúncia ainda pode ser feita através dos Conselhos Tutelares Setor 01 – (83) 98767-0052 – e Setor 2 – (83) 98748-2760

 

 

Compartilhar