Agentes e funcionários da Saúde começam a receber treinamento para utilizar Prontuário Eletrônico Cidadão

A Secretaria de Saúde de Cabedelo (Sescab), em parceria com a empresa CBA Tech, começou, nesta segunda-feira (30), a capacitação dos profissionais da saúde e dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS’s) que atuam nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) para a implantação do Prontuário Eletrônico Cidadão (PEC).

O treinamento, com duração de 8 horas, acontece até esta sexta-feira (3) no IESP. Ao todo, serão treinados 110 profissionais da saúde, entre enfermeiros, médicos, dentista, auxiliar/técnico em enfermagem, recepcionista; e 113 ACS’s.

O PEC é uma prerrogativa do Ministério da Saúde a todos os municípios. O software vai armazenar todas as informações clínicas e administrativas do paciente, informatizando, agilizando e otimizando o atendimento ao cidadão.

A CBA Tech é a empresa responsável pela aquisição dos equipamentos, servidor, fornecimento da internet, treinamento, manutenção e suporte técnico para a implantação do PEC em Cabedelo. Segundo Adriano Gonçalves, diretor da empresa, o sistema traz a segurança das informações, elimina erros médicos relacionados à caligrafia e repetição desnecessária de exames.

“Cabedelo está implantando o modelo mais avançado dentre os indicados pelo Ministério da Saúde. Com esse sistema, os prontuários eletrônicos serão compartilhados por todas as unidades, permitindo acompanhar o histórico do paciente, fazer agendamentos de consultas, emitir as prescrições impressas, não havendo mais problemas com a letra do médico. Além disso, também vai permitir, se necessário, fazer reimpressão de receitas e requisições. Através dele será possível identificar se o profissional está cumprindo a agenda pré-estabelecida, funcionando melhor que um ponto eletrônico”, explicou.

O treinamento conta com uma parte expositiva e outra prática para os profissionais começarem a se familiarizar com o sistema. Todas as 22 UBS’s de Cabedelo já receberam os kits, compostos por 5 notebooks, 2 impressoras e 1 tablet para cada agente de saúde. O sistema, que já está funcionando em caráter experimental, deve começar a ser utilizado pela equipe em caráter definitivo na segunda quinzena de agosto.

Para Ivana Svenson, médica da UBS Renascer III-I, essa ferramenta trará mais segurança na conduta do profissional, pois ele terá documentado todo o histórico do paciente, mesmo que este deixe de relatar algum detalhe.

“O atendimento tende a melhorar, deixar as consultas mais objetivas, agilizar o trabalho de todos os profissionais da unidade, além de trazer mais segurança para o profissional de saúde, por saber o histórico do paciente, por quem ele está sendo acompanhado, a medicação que está tomando, minimizando as possibilidades de erro e garantindo que ele receba um atendimento adequado às suas necessidades”, pontuou.

Já Gerlane Nascimento da Cunha, médica da UBS Jardins, elogiou a ferramenta e acredita que ela trará muitas melhorias, tanto para o paciente quanto para o profissional.

“O PEC é uma proposta maravilhosa, se o sistema funcionar como promete, trará inúmeros benefícios para a população, principalmente o histórico do paciente. O sistema é prático e com o decorrer do tempo vamos ganhar agilidade”.

Secom Cabedelo

Compartilhar