Aluna da Escola de Dança Municipal de Cabedelo participa de seletiva nacional da Escola do Teatro Bolshoi, em Joinvile/SC

Cabedelo contará com uma representante entre os alunos qualificados para participar da etapa final da Seletiva Nacional da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.

Isabelly Nálija, aluna da Escola Municipal de Dança, foi uma das 12 concorrentes à conquista de uma vaga entre os novos alunos da conceituada escola. Ela é a única bailarina da região metropolitana de João Pessoa aprovada para a segunda etapa presencial.

Em setembro deste ano, a bailarina participou da primeira etapa da seleção Nacional para o ingresso da Escola, em Joinville – SC, e ficou entre as 12 classificadas nesta categoria, entre os  3.900 inscritos de todo o País.

A etapa final acontece neste fim de semana, na sede da Escola do Teatro Bolshoi, em Joinvile. A seletiva nacional irá escolher os 40 novos alunos para 2023, entre as 315 crianças de vários estados brasileiros e da Argentina que participarão das atividades.

O apoio oferecido pela Prefeitura Municipal de Cabedelo, por meio das secretarias de Cultura e de Finanças, via Programa Municipal instituído pela lei da Lei 2147/2021, possibilitou a ida de Isabelly, juntamente com a mãe Janielle Nálija, à cidade catarinense para participar da etapa final de seleção.

Isabelly Nálija Nascimento de Alcântara, 09 anos, é aluna da turma de básico I da Escola de Dança Municipal de Cabedelo, tendo começado seus estudos em dança especificamente com o Ballet Clássico, aos 05 anos de idade, em 2018. Para integrar o corpo discente do Programa, passou por audição e, desde então, é aluna da professora Carolina Farias.

Incentivo – O incentivo à dança no município, que contribui para a descoberta de talentos como Isabelli, se dá por meio do Programa Preparatório Escola de Dança de Cabedelo. O programa, instituído pela Prefeitura através da Lei 2147/2021, tem o objetivo de sistematizar e ampliar o ensino da arte da dança desenvolvido há mais de 30 anos no município.

A iniciativa tem como foco a concepção da dança enquanto conjunção de saberes, reconhecendo sua atuação nos aspectos históricos, sociais, políticos e contemporâneos. A proposta compreende o artista da dança como parte e produtor da arte e da cultura local.

O Programa da Secretaria de Cultura atende atualmente a cerca de 240 bailarinos e bailarinas e tem seus princípios estabelecidos na dança como uma área de conhecimento, propondo estimular a formação de pessoas através da inteligência criativa, pautada na diversidade, nos aspectos éticos e estéticos da região.

Compartilhar