Aluna da rede municipal de ensino é premiada em etapa nacional do MPT na Escola

A aluna da rede municipal de ensino, Karoline Rodrigues dos Santos, foi premiada, nesta terça-feira (7), com o Prêmio MPT na Escola 2021 – A Escola no Combate ao Trabalho Infantil, que fomenta a participação de crianças e adolescentes nas ações de mobilização, conscientização e prevenção do trabalho infantil e da proteção do adolescente trabalhador.

Karoline, que é estudante do 7º ano da Escola Plácido de Almeida, se consagrou em 2º lugar nacional na categoria Conto, com o texto “A menina que queria crescer”. A solenidade de anúncio e entrega simbólica do Prêmio aos vencedores aconteceu de forma online, direto de Brasília. A aluna foi premiada com um notebook, e o professor orientador, Douglas Oliveira, com um Kindle.

Este ano, 14 regionais participaram da disputa. O concurso premia os melhores trabalhos literários, artísticos e culturais de estudantes das instituições de ensino que integram o projeto em todo o Brasil.

“A parceria com o MPT foi de grande relevância para a Educação do nosso município, viabilizando o trabalho de conscientização, de forma contextualizada, acerca da prevenção do trabalho infantil. Nossa meta será ampliar em 2022 a parceria, tendo como objetivo a valorização do conhecimento/estudo, fazendo valer a lei de que ‘lugar de criança é na escola’. A participação dos alunos foi expressiva, culminando na premiação da Karol, juntamente com o profº Douglas, trazendo o fruto do aprendizado em sala de aula: a valorosa premiação à nível nacional. Estamos agraciados e orgulhosos com tamanha conquista!”, disse a secretária de Educação, Márcia Moreira.

Cabedelo participou do prêmio com a inscrição de seis escolas, envolvendo cerca de 1.300 alunos. Karoline foi orientada pelo professor Douglas de Oliveira Domingos. Na Plácido, o projeto teve coordenação da supervisora escolar Benícia de Paula Januário do Nascimento.

O Prêmio MPT na Escola, iniciativa do projeto ‘Resgate a Infância’, eixo Educação, faz parte da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente do Ministério Público do Trabalho. Ele é disputado em três categorias:  conto, desenho e poesia. O projeto é uma parceria entre o Ministério Público do Trabalho com a Prefeitura Municipal de Cabedelo, através da Secretaria da Educação. Tem como Coordenadora Geral, por parte do MPT, a procuradora do Trabalho, Maria Edlene Lins Felizardo.

O objetivo é fomentar a participação de crianças e adolescentes nas ações de mobilização, conscientização e prevenção do trabalho infantil e da proteção do adolescente trabalhador. A ação também faz parte da comemoração dos 31 anos do Estatuto da Criança e Adolescente. Em Cabedelo, o projeto é coordenado pela Secretária de Educação, Márcia Oliveira, e tem o Professor Gilbert Monte como Coordenador da executiva local.

Para elaboração dos projetos, cada unidade escolar concorrente contou com um professor para orientar, auxiliar, formatar, acompanhar e registrar as atividades. Todo o processo foi feito de maneira a respeitar as medidas sanitárias recomendadas para o atual momento de pandemia.

Compartilhar