Alunos da rede municipal passam por simulado de desempenho

Avaliação envolve 472 estudantes de 10 escolas do ensino fundamental e EJA

A Prefeitura Municipal de Cabedelo , por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), deu início, nessa quarta-feira (13), ao II Simulado Institucional do Sistema do Ensino de Cabedelo. A iniciativa tem por objetivo avaliar o desempenho acadêmico dos alunos matriculados nas escolas da rede municipal.

A avaliação envolve 472 alunos do 9° ano nas dez escolas de Ensino Fundamental e do 150 do 4º Ciclo (referente ao 8º e 9º anos do ensino regular) da Educação de Jovens e Adultos (EJA). No primeiro dia, os alunos foram submetidos à avaliação na área de conhecimento e linguagem (Português Inglês, Artes e Educação Física). Nesta quinta-feira (14), serão aplicadas as provas de Matemática, História, Geografia e Ciências.

“A partir desse simulado vamos perceber em que nível nossos alunos que estão finalizando o Fundamental II e partindo para uma nova etapa em seu processo de educação estão. Os 9º anos e o EJA são o fechamento de um ciclo da rede municipal, então é a partir de uma avaliação que vamos verificar, analisar e poder planejar nossa prática para o ano que vem”, comentou a secretária de Educação, Márcia Oliveira.

Márcia acrescentou que a avaliação tem também como objetivo melhorar os processos de ensino e aprendizagem, servindo como uma ferramenta para o planejamento das atividades.

“Vamos saber onde podemos melhorar, perceber em quais disciplinas os nossos alunos estão mais enfraquecidos e como eles vão adentrar ao ensino médio. A partir daí podemos reorganizar nosso currículo para melhor prepara-los para o ensino médio e, consequentemente, poder atender melhor nossa comunidade educativa”, complementou a secretária.

No ensino fundamental, a avaliação envolveu alunos das Escolas Maria Pessoa, Adolfo, Pedro Américo, Paulino Siqueira, Marizelda Lira, Plácido, Maria das Graças, Elizabeth, Burity e Rosa Figueiredo, no período da manhã. À noite, as provas foram aplicadas com os alunos do EJA, nas escolas que oferecem a modalidade.

“A avaliação foi trabalhada pelos coordenadores de área e seus pares que decidiram os conteúdos de cada componente curricular a ser avaliado. Ele é um trabalho feito por toda equipe, coordenadores de área e professores de cada escola. A preocupação é saber em que nível de aprendizagem nossos alunos se encontram para ingressar em uma nova etapa. A partir dos resultados podemos melhorar os processos de ensino e aprendizagem em nossa rede. Além de avaliá-los, os dados servirão para encaminhar propostas e aperfeiçoar o processo para melhorar a qualidade de ensino em nosso município”, comentou a coordenadora do Ensino Fundamental II, Mônica Cabral.

Compartilhar