Alunos de escola municipal de Cabedelo lançam álbum de músicas no YouTube

Projeto inovador é composto por 12 faixas e foi produzido dentro da disciplina de Música

Transformar sons urbanos e rotineiros em música. Esse foi o objetivo do projeto “Major do Monte”, desenvolvido por alunos de Música da Escola Municipal Major Adolfo Pereira Maia,  do bairro Monte Castelo. O resultado do trabalho foi o álbum “Música Eletroacústica”, lançado esta semana no Youtube.

Idealizado e organizado pelo professor Pedro Medeiros, o projeto é inovador e se propõe a captar e transformar em música todos os sons que são produzidos nas ruas do bairro, pelas pessoas e até pelos animais. Na criação das faixas musicais foram aproveitadas vozes de vendedores de rua, latidos de cachorros, cantar dos pássaros, som de ventania e das ondas do mar, além do barulho de motores de veículos e outros sons de objetos.

“Tudo começou com a ideia de conhecer melhor o bairro Monte Castelo. O processo se iniciou na captação dos sons e criação de um banco de dados. E a prática foi muito boa, pois tivemos o tempo de aprendizado, sensibilização, no qual falamos um pouco sobre música eletroacústica e música concreta; depois começamos a manusear os computadores da escola, quando os alunos aprenderam a utilizar programas de edição de áudio. Eles trabalharam na produção de um tipo de música diferente que não acontece na performance ao vivo. Produziram no computador, gravaram e depois veio a experiência da execução”, explicou o professor, que pertence ao quadro efetivo da Prefeitura Municipal de Cabedelo.

Os alunos dos 8° e 9° ano da Adolfo Maia, participantes do projeto, ficaram empolgados com a experiência. Alguns sequer gostavam de música eletrônica ou jamais tinham tido contato com produção musical.

“Participar do projeto foi interessante, enquanto eu participava comecei a perceber que música não é só essa cotidiana, ela pode estar em todos os cantos. Isso mudou minha visão sobre música e eu comecei a dar mais importância. Hoje eu entendo que a vida não teria muita graça sem sons”, afirmou José Mikael, aluno do 9° ano, que atuou na captação de sons e produção musical.

“Eu não tinha contato com música, nem gostava tanto… Mas quando entrei nesse projeto, me apaixonei. Não gosto das músicas que atualmente tocam no rádio, queria algo mais alegre, que expressasse o meio ambiente… Então, me identifiquei com a música eletroacústica. Nunca tinha composto uma música e nem mexido em computador, aprendi tudo com o professor Pedro, ele deu as coordenadas e fomos compondo”, completou Estevão Gomes, do 8° ano.

Além da produção musical, os alunos também trabalharam na produção artística do álbum. As 12 faixas do “Música Eletroacústica” podem ser conferidas se inscrevendo no canal do projeto, através do link https://www.youtube.com/channel/UCgPTTbTsVdGeU0AifsxqxfQ

Compartilhar