Arraiá do Litoral movimenta turismo e comércio local

Organização e comerciantes comemoram público e venda recordes nos primeiros dias de festa

O Arraiá do Litoral mudou de vez a rotina de Cabedelo durante os festejos juninos. A festa – que começou no dia 24 e segue até o dia 29 – aqueceu o comércio e o turismo local.

Se antes as pessoas saiam da cidade para curtir o São João e o São Pedro, agora não apenas ficam, como recebem turistas de diversas localidades do Estado, que fazem questão de conhecer o melhor Arraiá do Litoral, como o evento já vem sendo chamado.

Este ano, o Arraiá já recebeu nomes como Ton Oliveira, Alberto Bakana, Fabiana Souto e Jairo Madruga, além de diversas quadrilhas e apresentações culturais. No dia 28, sobem ao palco a dupla Sirano & Sirino e o cantor Osmídio Neto. O São Pedro será ao som do forró das antigas de Cavalo de Pau e da prata da casa, Banda Encantus.

O resultado dessa diversidade na programação é Praça Getúlio Vargas lotada e uma renda extra aos comerciantes que atuam durante a festa.

“Estamos surpresos com o público das primeiras noites porque muitas pessoas não viajaram. Ficaram por aqui e outros tiveram a opção de vir a Cabedelo. Eu tive a oportunidade de ouvir vários depoimentos, inclusive de um pessoal de Fortaleza que estava nos visitando porque recebeu a indicação para que vir a Cabedelo. Eles vieram e ficaram maravilhados, elogiaram a organização, a segurança… Isso foi show! Todo o trabalho realizado em equipe resultou numa visibilidade bacana, além disso temos uma programação enxuta, focada realmente na qualidade. Temos a Vila São João, a exposição do artesanato, a recuperação da casa paroquial… E o povo tem se encantado com isso. A decoração é resumida, mas tudo muito bem apropriado e isso impactou positivamente. A gente precisava disso em Cabedelo: ter um evento que crie seu próprio conceito, e o Arraiá tem essa pegada. Já percebemos uma evolução de 2018 para 2019, a gente fica muito feliz e já projeta o próximo ano”, comemora a secretária de Turismo, Vera Simões.

Para os comerciantes, os depoimentos se cruzam em elogios à organização e aos espaços disponibilizados na festa, e comemoração pelas vendas positivas.

“As duas primeiras noites foram acima da expectativa, conseguimos zerar tudo. Vamos analisar o público para investir mais nas próximas noites. Esperamos que seja melhor ainda. O espaço dos comerciantes foi ideal porque partilhamos com uma pessoa amiga que tem o mesmo propósito. Nós só vendemos em eventos e as pessoas depois ficam procurando nossos produtos. Isso aqui é um extra e dá aquel alavancada no orçamento familiar”, afirmou o casal Rubens Tertulino e Elinete Barbosa, que participam do Arraiá pelo segundo ano.

“Nesse evento é tudo muito bem organizado, com a higienização e limpeza sendo feita, local seguro e bem iluminado e muito bem localizado. Por isso as vendas foram ótimas! Se a gente tivesse mais, tínhamos vendido mais ainda. E isso gera uma renda extra pra quem já trabalha e pode até ser uma renda principal pra quem tá desempregado”, pontua Suênia Barbosa, que comercializa caldinho e purê de macaxeira e participa do Arraiá do Litoral pelo segundo ano.

“A gente percebe que o evento evoluiu em organização e que teve mais investimento na estrutura, aliado a isso teve o pagamento antecipado da Prefeitura, boas atrações… Tudo contribui para o sucesso da festa e dos comerciantes. Nas primeiras noites tivemos vendas excelentes e já temos uma boa expectativa pra o resto da festa”, finaliza Ricardo Viana, que comercializa bebidas no São João de Cabedelo pelo quinto ano consecutivo, e também faz parte de um grupo que arrecada com fins culturais.

Compartilhar