Assinada Ordem de Serviço para obras de construção do Estádio de Futebol de Cabedelo

Nessa primeira etapa serão investidos aproximadamente R$ 2 milhões nas intervenções, incluindo a contrapartida própria da PMC de R$ 460 mil

O prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo Castelliano, assinou, nesta quarta-feira (9), a ordem de serviço para início das obras de modernização do Estádio de Futebol Francisco Figueiredo de Lima. Com um investimento de aproximadamente R$ 2 milhões, a intervenção consta de três etapas, e vai possibilitar melhorias, ampliação, segurança e conforto ao equipamento esportivo.

A empresa responsável pela obra será a Gasa Engenharia Ltda., que terá 240 dias para entregar as melhorias. A modernização do estádio só foi possível graças à cessão conseguida no âmbito jurídico pela PMC da gerência do espaço. A demanda é existente desde a construção do campo de futebol, em meados de 1963, e que só agora será devidamente transformado num estádio.

Nesta primeira etapa, serão investidos pouco mais de R$ 1,9 milhão, com R$1,5 mi de recursos federais e, aproximadamente, R$ 460 mil de recursos próprios da PMC.

“A gestão, através da equipe jurídica, abraçou o projeto e conseguiu o desfecho que nós precisávamos, inclusive, antes que os recursos proporcionados pela emenda parlamentar do deputado federal Efraim Morais não voltassem para Brasília. Esse equipamento, além do teor esportivo, será mais um espaço de convivência para as famílias cabedelenses. QAuem sabe, futuramente, Cabedelo não volte a ter um time da cidade para torcer”, ressaltou Vitor Hugo.

Empolgado, o prefeito Vitor Hugo ainda reproduziu na solenidade um áudio do empresário e presidente da Associação Desportiva São Caetano, Manoel Sabino, que cumprimentou a todos os presentes, parabenizando pela iniciativa do estádio, e revelou o interesse de realizar seletivas com garotos cabedelenses: “Não será apenas com o São Caetano, mas buscaremos fazer parcerias com os clubes locais também, para que possamos ofertar oportunidades e salvar a vida de muitos garotos”, pontuou Vitor.

As obras de modernização do Estádio nessa primeira etapa vão contemplar a recuperação da fachada e entrada principal com bilheteria, praça de alimentação, pavimentação interna em intertravados (800m2), construção de vestiário moderno (com 500m2), além da construção da mureta interna e colocação de alambrado. Nas etapas subsequentes, serão contempladas a construção de arquibancadas e a aquisição de torres de iluminação para o uso noturno do estádio.

O secretário de Esportes, Maurício Santos, estava visivelmente emocionado, pois foi exatamente ali nesse estádio que, aos 11 anos de idade, ele iniciou sua trajetória vitoriosa no futebol. O ex-jogador, antes de jogar em equipes como Botafogo-PB, Treze-PB, Cruzeiro Esporte Clube-MG e SER Caxias do Sul, deu seus primeiros passos como atleta no Francisco Figueiredo de Lima.

“Esse é o início de um grande sonho. São mais de 50 anos que nossa cidade almeja ter um verdadeiro estádio de futebol e a gestão está tendo muita sensibilidade em atender esse pleito. Esse estádio tem uma história muito rica com as famílias cabedelenses e com personalidades que fizeram história no nosso futebol paraibano, brasileiro e até mundial. Falo em nome de muitos atletas que já se foram e dos que ainda frequentam este espaço privilegiado. E essa também é a casa que estará aberta para novos atletas que sonham em ser jogadores de futebol. Sinto muito orgulho em fazer parte da gestão que está fazendo um gol de placa com essa obra, que é uma das mais impactantes da história da cidade. Essa gestão que também estará entregando, em breve, a reforma do ginásio poliesportivo de Cabedelo”, destacou Maurício.

A primeira dama Daniella Ronconi foi denominada madrinha do novo estádio pela atual gestão, principalmente devido ao “destrave jurídico” capitaneado por ela junto aos órgãos competentes.

“Foi um entrave gigantesco. Quando a gente se viu na possibilidade de perder os recursos que já haviam sido destinados, nos preocupamos e tivemos que nos desdobrar. Agradeço a todos que nos ajudaram nesta luta e fico muito honrada com a designação de madrinha”, disse Daniella.

Compartilhar