CABEDELO 63 ANOS: Prefeitura realiza sonho de 50 debutantes e promove 2ª edição do Baile Cinderela

Evento abriu calendário festivo pelo aniversário da cidade, que ainda conta com Casamento Coletivo e shows de Cavaleiros do Forró, Babado Novo, Padre Nilson e Atos 2

A histórica Fortaleza de Santa Catarina foi cenário mais do que ideal para uma noite dos sonhos para 50 debutantes cabedelenses. Nessa quarta-feira (11), as adolescentes participaram de um Baile de Debutante e realizaram o desejo de comemorar seus Quinze Anos com tudo a que têm direito, inclusive com a participação surpresa da Marinha Brasileira durante valsa especial.

Promovido pela Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPM), o projeto Cinderela reuniu amigos e familiares em um dos momentos mais especiais da vida de cada adolescente beneficiada.

O Baile abriu o calendário festivo pelos 63 anos da cidade. Nesta quinta-feira (12), data do aniversário da cidade, é a vez de 82 casais participarem do Casamento Comunitário, que também acontecerá na Fortaleza de Santa Catarina, a partir das 19h. 

O Cinderela está em seu segunda edição e visa resgatar valores familiares e sociais, elevando a autoestima das adolescentes e mostrando que elas são capazes de realizar sonhos. Além disso o evento se caracteriza por apresentar as debutantes à sociedade.

Por mais um ano, o prefeito Vitor Hugo compareceu ao Cabedelo Clube acompanhado da primeira-dama Daniella Ronconi, e foi novamente anunciado como o “príncipe do projeto Cinderela”.

“Eu estou muito orgulhoso e satisfeito em estar participando deste evento e, principalmente, por ajudar a muitos pais a realizar o sonho dessas lindas meninas. Tenho certeza que deve bater acelerado o coração de cada jovem que participa dessa noite mágica, que foi preparada com muito carinho. Quero parabenizar a secretária Priscila Rezende e a todos os funcionários da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres por todo zelo e dedicação.  E dizer ao povo cabedelense que divirta-se em cada momento de festa que proporcionarmos neste período, pois eles são os verdadeiros donos dela”, ressaltou Vitor Hugo.

O projeto Cinderela ontou com a inscrição prévia de jovens nascidas entre os dias 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2004, residentes na cidade, com regularidade escolar confirmada e inscritas no Bolsa Família.

“Gratidão a Deus por proporcionar esse momento; ao prefeito Vítor Hugo pela confiança; à nossa equipe da Secretaria, que não mediu esforços pra que tudo desse certo; e a todos que colaboraram direta ou indiretamente com o baile Cinderela. Conseguimos fazer algo ainda mais grandioso que no ano passado. Uma noite linda e inesquecível que vai ficar marcada no coração de todos”, destacou a secretária Priscila Resende.

O Baile na Fortaleza contou com a presença de cerca de 250 convidados. A Guarda Civil Metropolitana fez toda a segurança em traje de gala. O Bolo especial, docinhos e pães de mel (como lembrancinhas artesanais), foram assinados pela cake designer Clara Costa, e tudo foi confeccionado pelas próprias funcionárias da SEPPM.

A decoração do evento teve assinatura de Neto Quirino e, para a realização da festa, a Prefeitura ainda contou com a parceria das empresas de cosméticos Vult e Bio Extratus e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-PB), que colaboraram com a produção das meninas, cabelo e maquiagem.

Além da estrutura da festa – que contou com palco, sonorização, banda, dancing, pavilhões com mesas e cadeiras, serviço de buffet para todos os presentes – a PMC ainda disponibilizou todo apoio logístico ao Evento e arcou com a despesa de aluguel dos vestidos de todas as debutantes.

O Roteiro do Baile teve início com a chegada da debutantes e seus familiares, e o registro de cada uma delas. Na abertura da festa, a participação musical do DJ Eric Furni. Em seguida, as adolescentes  foram chamadas e apresentadas formalmente. Na sequência, dançaram a Primeira Valsa com os pais ou acompanhantes que as conduziram para o evento.

Na Segunda Valsa, ao som da Banda D’baille, foi proporcionada uma grande surpresa: o “príncipe” Vítor Hugo entrou no dancing acompanhado dos marinheiros da Capitania dos Portos para dançar com as 50 debutantes.

“Agradeço a Prefeitura por essa oportunidade de ter a participação da Marinha do Brasil nesse evento. Assim como é um sonho para as debutantes, também é para muitos dos nossos um sonho ingressar na Marinha. Eles reconhecem a importância de um momento como esse e é muito compensador para eles, pois a Marinha sempre procura se integrar e interagir com a sociedade”, afirmou o Capitão dos Portos da Paraíba, Rodrigo Godoy.

Para participar do baile, as adolescentes tinham que ser residentes do município e estudantes da rede pública, além disso passaram por oficinas preparatórias sobre Etiqueta, Saúde da Mulher, Dança e Orientação Vocacional. Com o que aprenderam elas também apresentaram uma coreografia com várias músicas mixadas.

Emoção e agradecimento – A noite era de alegria, simpatia e gratidão. As debutantes estavam visivelmente encantadas com tudo que foi preparado na festa. Uma delas, em especial, chamou a atenção de todos pela sensibilidade: foi a debutante Heloísa Vitória, deficiente visual, que teve o privilégio de dançar a segunda valsa com o prefeito Vitor Hugo. Apesar de não ter conseguido enxergar toda a beleza que havia sido montada ali, mas expressou o que pode senti-la com o coração.

“Eu estava muito ansiosa e a parte que eu mais gostei foi da valsa. Quando chamaram meu nome eu me emocionei. Tudo aqui está muito lindo, dá pra sentir”, comentou a estudante do Instituto dos Cegos da Paraíba e moradora do bairro Renascer III.

A declaração de Ana Gabriele, estudante da escola municipal Plácido de Almeida, resumia o sentimento da maioria das debutantes presentes. “Eu gostei de tudo. Foi tudo ótimo. Para mim é a realização de um sonho, pois nem todas tivemos condições de ter uma festa e a Prefeitura fez esse lindo evento pra nós”.

“Essa festa trouxe uma alegria muito grande para todas nós. E teve muita surpresa. Um momento maravilhoso e muito bem organizado. E a gente ainda arrasou na coreografia ali no final”, comentou com satisfação a debutante Joyce Vitória, estudante da escola municipal Maria Pessoa Cavalcante.

Compartilhar