CABEDELO 65 ANOS Prefeitura realiza o sonho de 48 debutantes cabedelenses com Baile Cinderela

Uma megaestrutura montada no Parque Turístico do Jacaré foi o cenário ideal e uma noite de sonhos para 48 debutantes cabedelenses. Nessa quarta-feira (8), as adolescentes participaram de um Baile de Debutante e realizaram o desejo de comemorar seus Quinze Anos com uma festa digna de sonhos.

Promovido pela Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPM), o Projeto Cinderela reuniu amigos e familiares em um dos momentos mais especiais da vida de cada adolescente beneficiada.

Desde 2018, o Cinderela vem resgatando valores familiares e sociais, elevando a autoestima das adolescentes e mostrando que elas são capazes de realizar sonhos. O projeto já tornou real o sonho de uma Baile de Debutantes para mais de 150 adolescentes.

Por conta da pandemia, o baile não foi realizado no ano passado, só retornando neste ano com todos os protocolos de segurança necessários contra a Covid-19. O acesso ao evento só foi possível mediante a apresentação do cartão de vacina, comprovando o esquema vacinal completo. Além disso, o evento foi todo regulamentado pelo decreto municipal em vigência.

O prefeito Vitor Hugo compareceu ao Parque do Jacaré acompanhado da primeira-dama Daniella Ronconi, e foi anunciado como o “príncipe do projeto Cinderela”. Além deles, o evento também contou com a presença do vice-prefeito Mersinho Lucena e sua esposa, Camila Lucena; secretários e representantes da Câmara Municipal.

“O Cinderela vem proporcionando um momento ímpar na vida das adolescentes. Acredito que os pais saibam o valor que tem essa festa para seus filhos, porque muitos não tiveram condições de fazer. Parabenizo e agradeço às Secretarias envolvidas, em especial à Secretaria da Mulher, que deixou tudo impecável para este evento. Decidimos fazer o evento num local maior, com investimento também maior para que todos nós tivéssemos mais segurança. Que todos guardem este dia incrível na memória”, ressaltou Vitor Hugo.

O projeto contou com a inscrição prévia de jovens nascidas entre os dias 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2006, residentes na cidade, com regularidade escolar confirmada e inscritas no Bolsa Família.

“Abraçamos este projeto desde sua concepção. Eu não tive oportunidade de ter uma festa de quinze anos e percebo o quanto esse momento é importante. Porém, meu recado especial neste momento é direcionado às debutantes. Para que elas saibam curtir e viver este momento sem jamais perder o foco do que é mais importante. Estudem. Pois somente o estudo nos guiará para alcançarmos novos sonhos”, disse a primeira-dama, Daniella Ronconi.

Na manhã do Baile, as debutantes se prepararam para a grande noite no salão do Centro Cultural Mestre Benedito, onde passaram por um beauty day com cabelo e maquiagem, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac e o Studio de Maquiagem Nathally Guedes. Além disso, a empresa Bio Extratus proporcionou brindes para sorteio no evento.

Um dos grandes diferenciais desta edição do Cinderela foi o fato de os vestidos das debutantes serem todos de confecção própria dos estilistas da SEPM. Vestidos elegantes e modernos que foram previamente adaptados para cada uma das princesas que puderam usufruir disso tudo.

“Só tenho de agradecer, primeiramente a Deus, e à gestão municipal por ter realizado mais esse lindo evento que tem um propósito muito especial. Foi tudo idealizado e executado com muito carinho e amor e, por isso, a palavra para todos os funcionários da nossa Secretaria também é gratidão. O agradecimento é extensivo a todas as Secretarias que nos apoiaram. Durante três meses, nos empenhamos e trabalhamos intensamente para realizar um evento especial, dentro das nossas limitações, e que pudesse marcar não só o aniversário, mas a vida destas jovens” destacou a secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Priscilla Rezende.

Conto de Fadas  – Muito embora seja inspirado nas festas de debutantes dos anos 80 e 90 promovida pela professora Rejane Viana, o Cinderela é uma iniciativa pioneira no estado da Paraíba.

O Baile contou com a presença de aproximadamente 350 convidados. A Guarda Civil Metropolitana fez toda a segurança em traje de gala. O Bolo especial e os docinhos foram assinados pela cake designer Clara Costa e pela chef Samantha Scaranz, que são funcionárias da SEPM, juntamente com toda equipe da pasta. A decoração com flores naturais teve assinatura de Neto Quirino. Para a realização da festa, a Prefeitura ainda contou com a parceria de diversas Secretarias e com o serviço contratado de outras empresas.

O Roteiro do Baile teve início com a chegada das debutantes e seus familiares, e o registro de cada um. Em seguida, as adolescentes foram chamadas e apresentadas formalmente. Na sequência, dançaram a Primeira Valsa, ao som do DJ Cris L, com os pais ou acompanhantes que as conduziram para o evento.  As jovens ainda se apresentaram com uma coreografia de um remix de músicas que fazem sucesso atualmente.

Cada debutante teve direito a quatro convidados, que desfrutaram de uma elegante solenidade sob três gigantes pavilhões com estrutura de palco, passarela, dancing especial, telão para homenagens, camarim, cenários fotográficos, banheiros químicos com acessibilidade e mesas reservadas num amplo espaço. Além disso, as debutantes receberam lembranças individualmente e kits festas contendo salgados, refrigerante e bolo, dentre outras guloseimas. Elas ainda concorreram ao sorteio de brindes, como joias, vouchers para passeios de catamarã, entradas para o Lovina e para o FestVerão.

Ao final do evento, as princesas eram só alegria e satisfação. Irene Daiane Garcia, do bairro Renascer II, completou 15 anos no início do mês de agosto e revelou que a família não havia feito festa nenhuma em casa por motivos financeiros. Ela também falou que ficou sabendo do projeto através da escola.

“Foi tudo muito lindo e legal… Um momento mágico! E o Cinderela é muito importante porque a maioria das famílias não tem condições de fazer uma festa e recebem toda essa estrutura. Também foi muito boa a sensação de ter um dia só nosso”, contou a estudante da escola municipal Elizabeth Ferreira da Silva.

Já Maria José Filha, residente no bairro do Jacaré e que debutou em setembro, contou que a família até fez uma pequena comemoração em casa, mas nada comparada à estrutura e o glamour do Cinderela. Um outro fato marcou a vida da jovem é que, assim que ela fez a inscrição no projeto, sofreu um acidente doméstico que quase a tirou evento

“Me senti muito especial em participar deste projeto. Eu até achei que ia ser ruim, pois eu não conhecia ninguém, mas fiz muitas amizades nos ensaios. Minha autoestima tinha ido lá pra baixo quando machuquei meu rosto no acidente, mas fui muito bem acolhida por todos do projeto. E hoje, além do brilho da festa, tem também um sabor de superação”, revelou a estudante da escola municipal Vereador Pedro Américo.

O projeto Cinderela, de fato, marca a vida de todas as jovens e dos familiares que são contemplados por eles. É o que confirma Maria Eduarda Arantes, estudante da escola estadual José Guedes Cavalcanti, que debutou no último mês de junho, mas só agora veio comemorar. “É uma coisa inexplicável, um evento maravilhoso e de família. Fazer 15 anos é uma fase especial que marca a passagem da adolescência. Estou muito grata por estar participando”, concluiu.

MAKINF OFF

BAILE CINDERELA

Compartilhar