Cabedelo apresenta trabalhos produzidos por escolas participantes do Projeto Educar PRF

Alunos de sete escolas exibiram conteúdos e reflexões sobre a segurança no trânsito e preservação da vida   

A Prefeitura de Cabedelo, por meio da Secretaria Municipal de Educação, realizou, nesta quinta-feira (24), no Ginásio Poliesportivo de Camalaú, o evento de culminância do Projeto Educar PRF. 

O projeto, realizado em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), tem como objetivo promover a inclusão da temática sobre educação para o trânsito entre os conteúdos ministrados a crianças e adolescentes em idade escolar, como forma de reduzir a violência no trânsito.

Sete escolas da rede municipal de ensino apresentaram atividades lúdico pedagógicas relativas aos temas trabalhados nas sessões do projeto ao longo do ano. Participaram da mostra as escolas Maria das Graças Carlos Rezende, Maria José Miranda Burity, Centro Integrado Imaculada Conceição Marizelda Lira da Silva, Vereador Pedro Américo da Silva, Plácido de Almeida, Elizabeth Ferreira da Silva.

“Mantemos uma parceria importante com a PRF nessa luta direcionada à paz no trânsito, uma temática fundamental para formação de nossos alunos. Um item que remete a tantos outros como a empatia, segurança, solidariedade, amizade, companheirismo, respeito e paciência, virtudes que precisam estar presentes em nossa convivência com o trânsito. A mensagem de que a paz no trânsito salva vidas está mais do que representada nos stands aqui montados. Estão de parabéns alunos, professores, gestão e equipe pedagógica, por uma mostra belíssima em que se pode perceber a construção, reflexão, dedicação e, principalmente, planejamento  dentro de um perspectiva que prezamos de trabalho escolar: construção e vivência na produção de um trabalho que sai do papel e se materializa e conhecimento adquirido”, declarou a secretária de educação, Márcia Moreira.  

A quadra do Ginásio Poliesportivo foi tomada por stands e instalações com referência a elementos do trânsito, como vias urbanas, BR e sinalização. Cada unidade escolar produziu seus respectivos stands com cartazes, textos, replicação de mensagens, painéis e maquetes explorando aspectos da temática.  Além disso, cada escola também realizou apresentações de textos e representações sobre o comportamento dos atores componentes da dinâmica do trânsito. 

O chefe do Grupo de Educação para o Trânsito da Polícia Rodoviária Federal da Paraíba, Cledson Augusto Ferreira, revelou a satisfação em desenvolver o projeto com as escolas de Cabedelo  e destacou o engajamento da comunidade e o nível das reflexões e dos trabalhos produzidos.   

“A cidade está produzindo excelentes materiais que são, inclusive, levados como exemplo para vários estados do Brasil em relação a como desenvolver uma atividade de educação para o trânsito e como mobilizar a comunidade com relação aos problemas que fazem parte de seu dia a dia.  É importante ver as pessoas se mobilizando e os professores orientando seus estudantes a refletirem sobre suas situações de mobilidade. O projeto da PRF, em relação ao nosso papel institucional, é fomentar a educação para o trânsito e a culminância de hoje é um exemplo concreto da exploração da temática”, comentou Ferreira. 

O projeto Educar PRF é uma parceria entre a Seduc, por meio do Setor de Projetos Educacionais (STE), com a Polícia Rodoviária Federal (PRF-PB) e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). A ação tem por objetivo conscientizar crianças, adolescentes, professores, colaboradores, familiares e a comunidade no entorno das escolas sobre a temática do trânsito. A iniciativa é uma forma de introduzir a discussão da segurança viária nas atividades do cotidiano pedagógico, através da inserção das questões de trânsito como temática transversal.

“Cabedelo é cortada pela BR 230 e isso traz, certamente, uma pressão para o município e para essas comunidades que têm que conviver com essa relação entre o trânsito rodoviário e o urbano, por isso a importância de se insistir na educação. Quando assistimos o resultado das intervenções do projeto revelada em reflexões sobre o bom comportamento, os problemas diretos que envolvem a escola e a comunidade com o trânsito, bem como os atos que fazem com que a comunidade escolar aprenda a agir e como se comportar, sabemos que a educação é o meio efetivo para almejarmos obter um trânsito mais seguro”, concluiu Cledson.    

As atividades realizadas nas escolas apresentam as leis de trânsito de forma lúdica, de acordo com a idade das crianças e dos adolescentes que participam. O objetivo é orientar e conscientizar desde cedo sobre a importância do papel de todos na promoção de um trânsito seguro. Este foi o terceiro ano consecutivo em que o convênio entre a PMC e a PRF garantiu o desenvolvimento das  atividades no município. 

O Educar PRF também proporciona aos educadores a formação necessária para o ensino na temática trânsito. De acordo com a PRF, Em 2021, 300 professores paraibanos se inscreveram no curso de formação do projeto através da plataforma EaD do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG).

Compartilhar