Cabedelo capacita professores para a aplicação de novas tecnologias nas aulas de educação física

Ao lado de recomendações sanitárias, a iniciativa visa promover a qualificação para o retorno às aulas no modo de ensino híbrido

A Secretaria de Educação de Cabedelo (Seduc), por meio da Coordenação de Educação Física (COEF), promoveu, no último dia 19, a Capacitação em Novas Tecnologias Aplicadas à Educação Física. A iniciativa foi idealizada com o objetivo de habilitar os profissionais da área na utilização dos recursos da tecnologia para a realização de aulas nas modalidades híbrida e remota.

A capacitação foi oferecida de formato online, remotamente, em parceria com o Setor de Tecnologias Educacionais (STE), e teve como palestrante o professor Lauro Xavier Pires Neto. O treinamento foi destinado a todos os professores de Educação Física da rede municipal de ensino, e contou com a participação de cerca de 30 profissionais.

“A capacitação teve como objetivo fomentar a utilização de recursos e ferramentas digitais no sentido de otimizar as aulas de educação física, e assume uma enorme importância para os profissionais, principalmente no momento em que nos encontramos: a iminência da volta às aulas no formato híbrido. Ela auxiliará os professores no desafio de conseguir contar com uma maior demanda, motivação, entusiasmo e engajamento dos alunos durante as aulas”, revelou o coordenador de educação física, professor Gilbert Guimarães Monte.

Através da capacitação, os profissionais tiveram contato com a teoria e a prática na utilização pedagógica das ferramentas. Foram estudadas plataformas e aplicativos como Kahoot (plataforma de quiz online construída principalmente para a sala de aula); a Pear deck (ferramenta que permite aos professores criarem apresentações para melhor interagir com seus alunos em tempo real); e o Plickers (aplicativo para aplicação de testes aos alunos).

Recomendações – O encontro também serviu para o lançamento das recomendações sanitárias para o retorno das aulas presenciais de educação física na reabertura das escolas, prevista para o dia 1º de setembro.

O documento elenca 15 itens que englobam aspectos como elaboração de aulas e a conscientização sobre a importância da educação física, a adequação de espaços para a realização de aulas, a adaptação de práticas coletivas e a priorização das individuais, a prática do distanciamento e a rigorosa atenção aos critérios de higienização.

“Focamos nesse documento todos os procedimentos que deverão ser seguidos, em virtude da pandemia do Covid 19. Os professores irão retomar as práticas cientes de todos aspectos de biossegurança necessários para garantir a saúde de todos. Assim, dado o início das atividades híbridas, os preparamos tanto para as ocasiões de atividades presenciais como para o ensino remoto, com a capacitação em recursos da tecnologia para a realização de aulas”, resumiu o coordenador pedagógico da COEF, Eric Lucena.

Compartilhar