Cabedelo dá início aos trabalhos para a obtenção do Selo Unicef

A Prefeitura de Cabedelo, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), realizou, nesta terça-feira (19), a primeira reunião da Comissão Intersetorial do Selo Unicef. A iniciativa deu início ao processo de trabalho para obtenção do Selo Unicef, que envolve reuniões de planejamento, capacitações, ações e realização de eventos ao longo dos próximos três anos.

A ação visa a obtenção do Selo Unicef pelo município, honraria dispensada àquela cidade que consegue melhorar – por meio de ações nas áreas de educação, saúde e assistência – os indicadores relativos à atenção e a qualidade de vida do segmento populacional de crianças e adolescentes. Além de setores da educação, a Secretaria que coordena as ações, a reunião contou com a participação de mobilizadores da Assistência Social, Saúde, Conselho Municipal de Educação, Saúde e Conselho de Direitos de Crianças e Adolescentes.

“É um desejo dessa gestão obter o Selo Unicef, já que faltou bem pouco para conseguirmos na edição anterior. É um trabalho coletivo em que precisamos unir nossas forças para tentar alcançar esse feito daqui a 4 anos. Trata-se de uma conquista não só para a gestão municipal mas, principalmente, para nossos jovens, uma vez que é um prêmio  direcionado à proteção da criança e do adolescente, é especial. Precisamos, portanto, nos empenhar e contar com a mobilização das parcerias para essa conquista”, declarou a secretária de educação, Márcia Moreira.

O Selo é baseado no cumprimento de metas estipuladas pelo Unicef que medem as melhorias na condição e na qualidade de vida de crianças e adolescentes, desde a primeira infância. A avaliação envolve a ação direta da gestão pública no direcionamento das políticas de inclusão, atenção, proteção e garantias de direitos.

Os 7 resultados sistêmicos estipulados envolvem o Desenvolvimento infantil na primeira infância; a Educação de qualidade para todos; os Hábitos de higiene e acesso à água e saneamento assegurados para crianças e adolescentes nas escolas, Oportunidade de educação, trabalho e formação profissional para adolescentes e jovens. Além de Desenvolvimento integral, saúde mental e bem estar de crianças e adolescentes na segunda década de vida; Prevenção e resposta às violências contra crianças e adolescentes e Proteção Social e atenção integral para famílias vulneráveis via serviços intersetoriais.

“Nesta edição, o Selo estipula sete resultados sistêmicos obrigatórios que o município cumpra nos próximos anos. As metas a serem cumpridas visam realmente melhorar a vida de crianças e adolescentes no município, focando o aprimoramento das políticas públicas da ação social, saúde e educação. Toda engrenagem municipal tem que estar envolvida. O selo traz, por exemplo, a questão do acesso à água e ao saneamento nas escolas e fornecerá cursos nesse sentido, para que as ideias sejam multiplicadas e mais atores participem ativamente dos esforços, desde as Secretarias até a comunidade”, comentou a articuladora do Selo Unicef para o município, Nadja Araújo.

Compartilhar