Cabedelo lança projeto Turismo na Escola, envolvendo a comunidade estudantil no fomento ao turismo local

Iniciativa engloba mais de 500 estudantes em produção de um livro digital sobre os atrativos turísticos da cidade portuária

Desenvolver o senso de pertencimento e destacar a atividade turística como como vetor do desenvolvimento educacional, econômico e sociocultural de Cabedelo. Esses são os objetivos do projeto Turismo na Escola, iniciativa lançada pela Secretaria de Turismo (Setur) em parceria com a Secretaria de Educação (Seduc) e a de Transportes (Setrans).

O projeto foi apresentado nesta terça-feira (2) e vai se basear em diversas atividades envolvendo a rede municipal de ensino. A intenção é formar cidadãos com sentimentos e atitudes de pertencimento ao município de Cabedelo, valorizando o território local e seu povo.

“A iniciativa dá origem a uma ação que vai envolver diretamente professores em um projeto tão importante. Cabedelo é uma cidade turística, proporcionalmente a mais importante do Estado, por apresentar mais atrativos que qualquer outra e, até um tempo atrás, não existia turisticamente, pois sempre foi vendida como se fosse um anexo João Pessoa. Hoje, com muito trabalho, estamos conseguindo mudar essa realidade. Essa tarefa passa, a partir de hoje, a ser compartilhada com as escolas. São os alunos que vão levar para os pais e amigos o conhecimento sobre a cidade e seus potenciais. É preciso, por meio do trabalho com os alunos, o sentimento de pertencimento”, declarou o secretário de turismo de Cabedelo, Haenell Farias.

O Turismo na Escola é fruto de um projeto apresentado pelo Poder Legislativo Municipal. Nesta primeira fase, participam cinco escolas do turno diurno e quatro escolas com ensino EJA, envolvendo mais de 500 estudantes. O objetivo final é produzir um Livro Digital para alunos e professores, o “KBDLO Sol das Águas”. Nele, será abordado o turismo vinculado aos campos ambiental, histórico, geográfico, sociocultural e econômico. A ideia principal é recontar a história da cidade a partir das vivências relatadas e vividas pelos cidadãos de Cabedelo.

Dentre as atividades propostas pelo projeto, estão excursões pedagógicas, festival de artes, identificação das manifestações artístico-culturais de Cabedelo, personagens e grupos artísticos culturais; e produção de textos e desenhos com pinturas dos pontos turísticos e históricos.

“Educadores, gestores, supervisores e alunos são os protagonistas desse projeto. A Seduc abraçou a proposta da Secretaria do Turismo para o desenvolvimento desse projeto tão importante que vai contribuir com a gestão municipal e com a educação de nossos alunos. Reconhecer o espaço em que se vive e está inserido geograficamente e historicamente é importante e o projeto propõe isso. Fazer parte desse projeto é levar a intensificar cada vez mais, a partir da sala de aula, a essência da sociedade, formar o cidadão no espaço em que está inserido e enaltecer a identidade do cidadão cabedelense”, comentou a secretária da educação, Márcia Moreira.

Para fazer parte do projeto piloto do Turismo na Escola, foram selecionadas as escolas :  Plácido Almeida, Elizabeth Ferreira, Maria das Graças, Vereador Pedro Américo, Marizelda Lira, Maria José de Miranda Burity e Paulino Siqueira. As atividades do projeto devem ser desenvolvidas em sintonia com os conteúdos de Português, de História, de Geografia e de Artes, com alunos do 8º ao 9º anos (Ensino Fundamental).

Compartilhar