Cabedelo promove Chá da Primavera para celebrar chegada da estação das flores e o Dia Nacional do Idoso

Evento aconteceu nesta quarta-feira (29), na Fortaleza de Santa Catarina, e seguiu rigorosos protocolos de prevenção à Covid-19

Um momento de confraternização, alegria e surpresas agradáveis. Foi assim a 4ª edição do Chá da Primavera, promovido pela Prefeitura Municipal de Cabedelo, por meio da Secretaria de Assistência Social (Semas) nesta quarta-feira (29) na Fortaleza de Santa Catarina.

O evento reuniu cerca de 150 pessoas idosas que são assistidas pelos programas municipais e marcou as comemorações ao Dia Nacional do Idoso (1º de outubro) e também a chegada da estação da primavera.

No local, um rigoroso protocolo de segurança foi montado como prevenção à Covid-19. Local amplo e arejado proporcionando distanciamento social, distribuição de kits com álcool em gel e máscaras, além da obrigação do uso do acessório de proteção, um dos itens exigidos para a participação no Chá.

O comediante paraibano Renan da Resenha foi a atração de destaque da tarde, com um stand up que arrancou risadas do público. O Chá foi encerrado com a apresentação do tradicional grupo de danças folclóricas do Sesc Paraíba, que está completando 51 anos de existência e trouxe evoluções de xaxado, que também animou o público presente.

Para receber os ilustres convidados, o histórico cenário da Fortaleza de Santa Catarina cobriu-se de flores dispostas em uma superestrutura coberta com direito ao tema ” A Flor de Mandacaru”, que estava presente em toda decoração do local e nos acessórios e kits distribuídos pela Semas. A

A flor foi escolhida como tema deste ano por ser um símbolo de resistência, renascimento e retomada, aludindo à resiliência da população idosa frente à pandemia de Covid-19.

Devido aos cuidados contra a Covid, a organização do evento se preocupou em não colocar banda musical ou fazer a dança com os idosos, e também em não servir nenhum tipo de refeição no local, para evitar que os convidados tirassem as máscaras.

Ao final, todos os idosos receberam uma cesta especial com queijos, sucos, salgados, bolos, sachês de chás, além de um jarrinho de cacto como lembrança de uma tarde especial.

“Estou muito feliz em poder reunir essas pessoas novamente, para poder receber um pouco do calor e da energia que eles sempre nos passam. Estávamos muito temerosos em como fazer um evento para a terceira idade devido à pandemia, e isso só foi possível porque conseguimos avançar bastante na vacinação e fomos uma das primeiras da Paraíba a vacinar os jovens acima de 12 anos e a dar a dose de reforço dos acima de 70.  Além disso, a Semas preparou tudo com muita dedicação, pois a pandemia não passou. E vamos continuar trabalhando para avançar cada vez mais e voltar à normalidade”, ressaltou o prefeito Vitor Hugo, presente ao evento ao lado da primeira-dama Daniella Ronconi, e do vice-prefeito, Mersinho Lucena.

A tarde ainda reservou homenagens: a secretária de Assistência Social, Cynthia Cordeiro, a primeira-dama Daniella Ronconi, e a aniversariante do dia, a usuária da Semas, Maria Lourenço, receberam ramalhetes de flores em alusão à chegada da primavera.

“É com muita alegria que nós voltamos a fazer o Chá, pois  estávamos com muita saudade dessas pessoas. Foi um ano muito difícil que nós precisamos nos reinventar a cada dia, e hoje a Flor de Mandacaru traz esse simbolismo especial de resistência e retomada da nossa caminhada. Esses idosos são nossas flores, precisamos regá-las e é muito bom tê-las por perto novamente”, disse a secretária Cynthia.

O vice-prefeito Mersinho Lucena também fez questão de saudar os idosos participantes, reforçando o trabalho desempenhado pela atual gestão.

“Estamos nos esforçando e, por isso, estamos saindo do momento mais crítico da história recente do nosso país. A força de vontade e competência da gestão em relação ao processo de vacinação já nos permite ter momentos como este. A Prefeitura sempre estará trabalhando por àqueles que mais precisam, nas mais diversas áreas”, disse.

Alegria contagiante – A satisfação era visível no olhar de cada idoso que participou do evento e teve a oportunidade de voltar a se confraternizar com amigos.

Para dona Maria das Dores Santos , que é atendida pelo CRAS do Recanto do Poço, o evento foi um sucesso. “Eu acho muito importante evento assim porque a gente se diverte. A nossa família é ocupada, muitos não têm tempo pra gente. Eu gosto de brincar, amo dançar e o show de humor também foi muito divertido. O meu desejo é que volte tudo ao normal pra gente poder dançar e ter contato com as pessoas”.

A aposentada Socorro Santos, do Centro de Convivência da Pessoa Idosa do Ipsemc, disse que sua vida era só saudade desses eventos: “Foi tudo ótimo. E vai ser melhor ainda quando a gente puder voltar a dançar juntos. E achei interessante essa ideia da Flor de Mandacaru, que é um símbolo importante do Nordeste e lembra a mulher macho que luta com muita garra no dia-a-dia. Eu amo essas comemorações”, finalizou.

Compartilhar