Cabedelo realiza ciclo de testagem para Covid-19 no bairro Intermares

Foram realizados 105 testes, com 29 resultados positivos; nova ação será promovida nesta sexta-feira, no Centro da cidade

A Prefeitura Municipal de Cabedelo, por meio da Secretaria de Saúde (Sescab), realizou, nesta quinta-feira (10), uma ação de testagem em massa para a Covid-19.

A mobilização aconteceu em frente ao Supermercado Santiago, no bairro de Intermares e faz parte das estratégias de prevenção à disseminação do vírus na cidade, visando sobretudo a aproximação dos festejos de fim de ano e do verão.

Foram realizados 105 testes com a população que, espontaneamente, compareceu ao local para se submeter ao teste. Destes, cerca de 30% (29 ocorrências) testaram positivo, enquanto os negativados somaram aproximadamente 70% (76 casos) do total.

Nesta sexta-feira (11), uma nova ação de testagem em massa será promovida, nesta vez no Centro da cidade (em frente à Sescab), a partir das 9h.

Desde o início da pandemia, Cabedelo registrou 13.866 casos e 218 óbitos por Covid-19. Segundo a Vigilância em Saúde, essa é a primeira ação de uma série de testagens que será feita no município. Até o fim do ano, serão disponibilizados à população 8 mil testes rápidos tipo antígeno (Swab), visando trazer mais tranquilidade no período do verão que se inicia.

“Iniciamos esse ciclo de ações para verificar a situação epidemiológica em Cabedelo, com relação à Covid-19. Trata-se de uma ação de triagem para avaliarmos quantitativos de casos positivos e negativos e, assim, termos ciência do que está acontecendo dentro do município. Sabemos que com o avanço da vacinação, os casos já não apresentam tanta gravidade, resumindo-se a sintomas gripais que tendem a não evoluir. Com isso, torna-se difícil para a população buscar o médico, as unidades de saúde ou, no mínimo, se preocupar em fazer o teste. Então queremos saber o que realmente está acontecendo, para podermos tomar as medidas sanitárias adequadas”, declarou a coordenadora da Vigilância em Saúde, Julia Vaz.

A testagem em massa busca monitorar a situação epidemiológica com relação a circulação do vírus na cidade, levando em consideração o aumento do número de casos da doença e o surgimento de uma nova variante do vírus (Omicron BQ.1).

“Também estamos diante da circulação de uma nova variante do vírus, justamente em um período em que a copa do mundo, as festividades de fim de ano e o verão prenunciam que vamos conviver com aglomerações de todas as formas. Então, é urgente sabermos como anda a situação da Covid em nosso território. É importante continuar com esses movimentos em torno das ações de testagem para tirarmos o vírus de circulação. Processo que se dá por meio da orientação aos infectados, sobretudo quanto à redução de contatos, para que evitemos a propagação. Para isso, a massificação dos testes é fundamental”, complementou Julia.

A coordenadora também enfatizou que, apesar da diminuição de casos e do índice de imunização atingida, a população precisa estar atenta aos cuidados que foram fundamentais para o controle nas fases mais agudas da epidemia.

“No mais, precisamos reiterar a importância da utilização do uso da máscara, que anda meio esquecido, e que é um instrumento fundamental de proteção. Assim, também, outras medidas como a lavagem das mãos, o uso do álcool 70º e a proteção às pessoas com comorbidades e  fatores de risco são imprescindiveis”, concluiu Júlia.

Compartilhar