Cabedelo realiza Dia D de Vacinação contra a Influenza e Sarampo neste sábado (30)

Para a gripe, serão imunizados idosos, trabalhadores de saúde e crianças a partir de seis meses; já para o sarampo, o alvo são crianças de 6 meses a menores de 5 anos

A Prefeitura de Cabedelo, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sescab), promove, sábado (30), o dia D de Vacinação contra a Influenza e o Sarampo. A ação será concentrada na USF Oceania, no bairro de Jacaré.

Além do ponto de concentração, as vacinas também estarão disponíveis em todas as USFs da cidade.

Para o sarampo, o público-alvo é composto por crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), de forma indiscriminada, e os trabalhadores de saúde com atualização da caderneta vacinal. Lembrando que todos os trabalhadores de saúde, independente da idade, devem ter as duas doses da vacina Tríplice Viral.

Já para a gripe (Influenza), o público-alvo é formado por idosos, acima de 60 anos, trabalhadores de saúde e crianças a partir de seis meses.

Em Cabedelo, o  público alvo para toda campanha da Influenza chega a  22,7 mil pessoas,  sendo que até o momento apenas 7,7% desta população recebeu o imunizante, refletindo a baixa procura no Estado. No município, os grupos prioritários devem procurar as Unidades de Saúde da Família para tomar sua dose do imunizante.

“Aproveitamos essa mobilização para convidar o público alvo da campanha a comparecer às Unidades de Saúde da Família. Este grupo é escolhido exatamente porque são as pessoas que, em geral, desenvolvem a forma mais grave da doença, com internações, chegando, em alguns casos, até a óbito, como ocorreu no início deste ano quando tivemos um surto no país”., destacou a Coordenadora da Imunização em Cabedelo, Missânia Moreira.

Etapas campanha gripe – A primeira etapa da campanha nacional de vacinação contra a Influenza , que começou no dia 04 de abril e vai até segunda-feira (2), foi destinada aos idosos e  trabalhadores de saúde.

Já a segunda fase, prevista para começar na terça-feira (03), vai até 3 de junho e contemplará as crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas; povos indígenas; professores; comorbidades; pessoas com deficiência permanente; forças de segurança e salvamento e forças armadas; caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

A vacina contra influenza tem o objetivo de prevenir complicações mais graves decorrentes da doença, que podem gerar internações e óbitos, além de, no cenário atual, ter os sintomas confundidos com os do Covid-19. A campanha é realizada anualmente porque a formulação da vacina é atualizada para que as doses sejam efetivas no combate às novas cepas do vírus. Neste ano, ela será eficaz contra as cepas H1N1, H3N2 e influenza tipo B.

 

Compartilhar