Cabedelo realiza I Encontro de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa na terça-feira, dia 14

Evento celebra o Junho Violeta, mês dedicado ao combate à violência contra a pessoa idosa

A Prefeitura de Cabedelo, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), promove, no próximo dia 14, a partir das 09h, o I Encontro de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. Com o tema “Idade não é nada, respeito é tudo!”, o evento busca chamar a atenção da sociedade para as várias tipologias de violência praticada contra os idosos.

O encontro, que acontecerá no  auditório da UNIESP, é voltado aos usuários dos serviços coordenados pela Semas e reserva aos participantes momentos de apreciação artística, com apresentações culturais locais e palestra com a especialista em gerontologia e psicologia clínica, a professora Denise Reinaldo Pereira.

A iniciativa faz parte da campanha Junho Violeta, mês dedicado à conscientização do combate à violência contra a pessoa idosa. Em 15 de junho é celebrado o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, data que alerta para a responsabilidade de cada um na construção de uma sociedade que respeite e garanta os direitos dos 60+.

Mês Violeta – A campanha Junho Violeta tem o objetivo de chamar a atenção das pessoas para a necessidade de estar atento a um problema que cresce a cada ano. Mais do que tratar os idosos com dignidade e respeito, é preciso denunciar casos de violência às autoridades competentes, já que amor, culpa e vergonha muitas vezes impedem que os idosos denunciem os responsáveis por abusos, na sua maioria parentes ou pessoas próximas.

A ação tem a finalidade de criar uma consciência social e política da existência da violência contra a pessoa idosa e, ao mesmo tempo, disseminar a ideia de não aceitá- la em qualquer situação. O objetivo é buscar abordar e propor medidas para prevenir e identificar situações de violência, negligência e abuso contra idosos.

A cor violeta é o símbolo da luta contra a violência ao idoso. O tema é chamativo, onde ao invés de violentar um idoso, que tal darmos uma violeta em forma de gratidão por eles existirem. O lema chama atenção para que possamos tratar os idosos com dignidade e respeitá-los da forma que merecem.

Compartilhar