Cabedelo recebe projeto de incentivo e importância da leitura na Biblioteca Aderbal Piragibe

Iniciativa em parceria com a UFPB quer transformar a biblioteca em um espaço de inclusão, ação e interação

Cabedelo recebeu, nesta terça-feira (10) mais uma edição do projeto Além dos livros: a Biblioteca pública enquanto espaço de inclusão, ação e interação. A iniciativa faz parte do programa Iberbiblioteca em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), a as bibliotecas Juarez da Gama Batista, em João Pessoa; e Aderbal Piragibe ,em Cabedelo

A atividade aconteceu no Quintal Criativo da Biblioteca Municipal Aderbal Piragibe. O evento reuniu cerca de 20 alunos da escola municipal Silvana Pontes, unidade contemplada com o projeto.

O projeto começou em fevereiro e terá duração de 4 meses, com cinco encontros, desenvolvidos pelas contadoras de estórias, Danielle Cristina Gomes Antonacci e Aline Alencar Francisco. Nesse período, serão realizadas serão realizadas ações nas bibliotecas para aprimorar a interculturalidade e desenvolver os princípios da educação de valores.

A ideia do projeto é possibilitar que as bibliotecas públicas envolvidas convertam-se em espaços de livre acesso à informação e leitura, na luta pela inclusão social e vivência das ações propostas para a Agenda 2030 da Unesco.

“Estar dentro desse espaço, ocupando esse lugar, em contato com a cultura, com a literatura, com o mundo da imaginação é algo fabuloso. Receber as turmas da escola e difundir o trabalho, o que temos de melhor, com temas que são tão fundamentais, que podem mudar o nome é algo inspirador. A estória que eu trouxe hoje foi ‘Ingredientes para mudar o mundo’, que retrata personagens que ainda estão vivas em nosso dia a dia, como a avó que mora no interior, pessoas com coração mais aberto, mais solidário, histórias sobre solidariedade. A recepção foi muito calorosa, os alunos participaram do começo ao fim, dando dica, brincando, entrando no jogo. Foi muito positivo, quem conta um conto sempre aumenta um ponto, e a gente espera que essas crianças aumentem muitos pontos para mudar o mundo”, disse a contadora de estórias, Aline Alencar Francisco.

 

 

Compartilhar