Cabedelo tem projeto de implantação da Residência Médica aprovado

Médicos residentes atuarão nas USFs municipais; edital de seleção deve sair em breve

A Secretaria de Saúde de Cabedelo, por meio do Fundo Municipal de Saúde – Comissão de Residência Médica de Cabedelo (Coreme – Cabedelo), teve seu projeto de implantação de Residência de Medicina da Família e Comunidade aprovado integralmente pela Coordenação Geral de Residências em Saúde e Comissão Nacional de Residências Médicas do Ministério da Educação.

A Residência Médica funcionará em parceria com a UFPB, que será a instituição responsável pelas aulas teóricas e na parte prática. Os médicos residentes atuarão nas Unidades de Saúde da Família, mas também passarão por toda rede de saúde do município, a exemplo do hospital e do CAPS, para uma formação mais ampla, visando atender melhor às necessidades da comunidade.

“Cabedelo tem muito a ganhar com a implantação dessa Residência. Teremos uma significativa melhora da qualidade do serviço prestado, pois, enquanto profissionais em formação com especialidade em saúde da família, eles estarão preparados para dar resolução a cerca de 85% da demanda que chega à Atenção Básica. Além disso, estaremos contribuindo com uma das diretrizes do Sus, disponibilizando a nossa rede para a formação de especialistas para atuar no setor público”, destacou o secretário de Saúde, Murilo Suassuna.

O edital para a seleção dos interessados será publicado ainda este ano. A residência terá a duração de dois anos e, a partir de 2022, serão disponibilizadas seis vagas para cada ano.

 

Compartilhar