Centro de Zoonose de Cabedelo inicia cirurgias de castração de animais abandonados e domiciliados

Cadastro para ter acesso ao procedimento será feito pela Semas

O Centro de Controle de Zoonose de Cabedelo vai iniciar, a partir de março, a castração de animais domiciliados da cidade. O Centro já vem realizando o procedimento em animais abandonados, buscando diminuir a população de cães na rua e, por consequência, a transmissão de doenças.

A expectativa da equipe da Zoonose é que cerca de 50 animais sejam castrados por mês, com a previsão de aumento desse número ao longo do tempo.

“Aqui no Centro de Zoonoses é onde conseguimos realizar mais um grande sonho e fruto de muita luta. Os serviços já estão funcionando e agora estamos damos início às castrações de animais de rua de alguns pontos críticos da cidade, proporcionando um melhor controle social e também evitando diversos problemas de saúde para os cidadãos, além de oportunizar uma vida animal mais digna para estes bichinhos. Em março começaremos o cadastramento para ampliar o serviço para animais de tutores e da população em geral”, comentou o prefeito Vitor Hugo.

A Zoonose já está realizando a castração de animais abandonados em espaços públicos, como Cemitério, Mercados e no Parque do Jacaré. As cirurgias estão sendo feitas de acordo com a captura desses animais.

“Eles são capturados, realizamos as cirurgias e, logo em seguida, devolvemos. Até o fim desse mês de fevereiro, estaremos trabalhando apenas com animais de rua, isto é, que não possuem tutores. Já mapeamos várias áreas com animais errantes nas ruas, como cemitérios, mercados e algumas ruas onde os moradores estão alimentando-os. Esses são o nosso foco principal para esterilizar cirurgicamente”, explicou o coordenador do Centro, o médico veterinário, Rodrigo Guimarães.

Castração em animais domiciliados – A partir do mês de março, a Zoonose inicia a castração em animais domiciliados. Para tanto, será disponibilizado um formulário de autorização, através da Secretaria de Assistência Social (Semas), priorizando pessoas em situação de vulnerabilidade financeiras e que não têm condições para realizar a cirurgia.

Neste primeiro momento, a Zoonose vai atender pessoas que já são assistidas pelos programas da Semas.

“Estaremos fornecendo à Semas autorizações de cirurgias. Nelas, deverão constar data e hora para levar o animal à Zoonose, para ser avaliado e examinado. Caso não possua nenhuma doença ou sintoma de doença, será submetida à cirurgia de castração”, explicou Rodrigo.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (83) 3250.3501, das 8h às 14h.

Zoonose – O Centro de Controle de Zoonose de Cabedelo está localizado a BR-230 (ao lado Igreja Sal e Luz). Ele é responsável pelo controle de raiva animal, coleta de material de cães e gatos suspeitos de raiva, coleta de morcegos caídos, coleta de material de outros mamíferos suspeitos de raiva, controle de Leishmaniose Visceral, coleta e envio de amostras de cães suspeitos, controle de Leptospirose, coleta e envio de amostras de animais suspeitos, desratização e desinsetização das unidades públicas, recolhimento de animais de grande porte soltos em vias públicas, orientações sobre zoonoses em geral, vacinação contra raiva e castração gratuita de cães e gatos.

Compartilhar