Centro Municipal de Saúde Leonard Mozart (Policlínica) será ampliado

Serão construídas novas salas de atendimento, fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Cabedelo e as Faculdades de Ciências Médicas

Uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC) e a Faculdade de Ciências Médicas (FCM) vai possibilitar a ampliação do Centro Municipal de Saúde Leonard Mozart (Policlínica). As intervenções contarão com um investimento de cerca de R$ 260 mil, e devem começar esta semana.

Serão construídas cinco salas para atendimento, 1 sala de curativos, 1 sala para exames audiométricos, 3 WCs (sendo 1 com acessibilidade) e 1 área de recepção/acolhimento. As intervenções vão beneficiar os cerca de 250 pacientes que diariamente são atendidos na unidade de saúde.

“Essa é mais uma parceria que conseguimos firmar em beneficio da população. Essa reforma vai não apenas ampliar os atendimentos na Policlínica como conferir ainda mais qualidade e excelência aos serviços prestados pela Saúde do município. Ela se integra a outras reformas que estão sendo realizadas, a exemplo do Anexo do Hospital Geral e da Unidade Básica de Saúde em Intermares”, destaca o prefeito Vitor Hugo.

Atualmente, A Policlínica oferece atendimento em Acupuntura, Alergologia, Angiologia, Cardiologia, Clínica médica, Dermatologia, Endocrinologia, Fonoaudiologia, Gastroenterologia, Geriatria, Ginecologia, Gravidez de Alto Risco, Hepatologia, Mastologia, Neurologia (adulto e infantil), Nutrição, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Ortopedia, Pneumologia, Pediatria, Psicologia (adulto, infantil, adolescente e terceira idade), Psicologia do tabagismo, Psiquiatria, Reumatologia e Urologia. Também são ofertados Colposcopia, Ecocardiograma, Eletrocardiograma, Ultrassonografia, Espirometria e Risco Cirúrgico.

“Nossa gestão busca a excelência, a qualidade e a responsabilidade nos serviços de saúde ofertados no município. A reforma da Policlínica vai possibilitar elevarmos nosso padrão. E a parceria com a FCM vai oferecer mais serviços e mais conforto aos pacientes”, pontuou o secretário de Saúde, André Lima. ‘

Compartilhar