Com investimentos em tecnologia e assistência humanizada,  Maternidade de Cabedelo incentiva gestantes a terem seus filhos na cidade

Unidade também acolhe mulheres vindas de Lucena, oferecendo todo suporte necessário do pré-natal ao pós-parto

Foto de arquivo

Com um trabalho integrado e uma equipe multidisciplinar, o Hospital e Maternidade Padre Alfredo Barbosa (HMPAB) vem investindo em tecnologia, acolhimento e assistência humanizada que garantem a saúde da gestante e do bebê desde o pré-natal até o parto.

A unidade está com uma campanha para incentivar as mulheres a procurarem a rede de saúde municipal para acompanhamento de sua gestação, e para realizarem seus partos na Maternidade. Para tanto, vem investindo em tecnologia e capacitações, garantindo um atendimento ainda mais humanizado e eficiente.

O plano é fruto de uma ação articulada entre a equipe multiprofissional do Hospital – formada pelo Serviço Social, Psicologia, Nutrição, Enfermagem e corpo médico – e a direção da instituição.

O trabalho da Secretaria de Saúde (Sescab) segue os procedimentos previstos pelo Ministério da Saúde e inclui assistência médica durante todo o pré-natal. Além das mães cabedelenses, a unidade acolhe gestantes vindas de Lucena, oferecendo todo suporte , cuidado e atenção que elas precisam e merecem.

O acolhimento segue, também, no pós parto. Durante 24h, a gestante encontra no HMPAB atendimentos em pediatria/neonatologia e obstetrícia. Na unidade, as mães também têm acesso a importantes exames, como Ultrassonografia, Raios X, Testes do pezinho, orelhinha, olhinho, linguinha, dentre outros. Tudo com equipamentos modernos e seguros, para garantir uma assistência sensível e de qualidade a quem opta por ter seu bebê na cidade portuária.

O incentivo ao parto na cidade também conta com distribuição de Kits de enxoval e acompanhamento dos primeiros anos da criança, através do programa Criança Feliz, através da Secretaria de Assistência Social.

Desde que a pandemia de Covid-19 começou  a Sescab vem adotando protocolos especiais de cuidados com as gestantes e os recém-nascidos, garantindo a segurança e a tranquilidade de ambos durante o tempo que passarem na Maternidade.

“Nossa intenção é fazermos o chamamento das gestantes da cidade, e também de Lucena, para que elas pudessem ter conhecimento do Hospital que elas possuem e tenham confiança nele –  principalmente aquelas de primeira viagem – , desde a acolhida até o bloco cirúrgico, em todos os procedimentos por que passarão, para elas e suas famílias. Mesmo diante dessa pandemia, seguimos com esse trabalho humanizado, agora, redobrando os cuidados com mãe e filho”, pontuou a secretária adjunta de Saúde e uma das coordenadoras do acolhimento às gestantes no Hospital, Gabriela Azevedo.

 

 

Compartilhar