Com recursos próprios, Prefeitura de Cabedelo adquire caminhão frigorífico para alimentação escolar

Equipamento vai proporcionar mais agilidade, qualidade e economia no transporte de alimentos da merenda escolar

A Prefeitura Municipal de Cabedelo, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), adquiriu um caminhão frigorifico que vai manter o transporte ainda mais adequado dos gêneros alimentícios para alimentação escolar.

O equipamento conta com um investimento próprio de R$ 263.502,00 (duzentos e sessenta e três mil e quinhentos e dois reais), e vai possibilitar a manutenção de  produtos considerados perecíveis, assegurando, assim, maior segurança alimentar e nutricional.

“O caminhão vai proporcionar mais agilidade, qualidade e economia no transporte de alimentos da merenda escolar, fazendo com que cheguem às unidades de ensino em melhores condições de armazenamento e conservação. Os nossos alunos merecem receber uma merenda escolar de qualidade, por isso estamos tendo todo o cuidado e fazendo os investimentos necessários, pois sabemos que isso reflete diretamente no aprendizado e no rendimento escolar”, destacou o prefeito Vitor Hugo.

O caminhão é da marca Mercedes-Benz, de categoria leve, equipado com uma carroceria Accelo rígida do tipo baú isotérmico misto para refrigeração e congelamento, constituído por características específicas para transporte de produtos alimentícios. O baú isotérmico possui 02 compartimentos: 01 para alimentos congelados e 01 para alimentos resfriados ou secos; e balança com termômetro para pesagem e qualidade dos alimentos.

“Um grande sonho foi concretizado através do compromisso, olhar sensível e respeito da gestão municipal. Hoje dispomos no Setor da Merenda Escolar de um caminhão frigorífico adquirido através de Adesão à Ata de Registro de Preços, com vistas a dar cumprimento à legislação vigente e contribuir para a execução do transporte de gêneros alimentícios. Deste modo, garantimos a condução adequada, de modo especial, aos produtos considerados perecíveis, propiciando maior segurança alimentar e nutricional e contribuindo para que os gêneros da Agricultura Familiar cheguem às escolas e creches em condições satisfatórias para o consumo saudável”, ressaltou a secretária de Educação, Márcia Moreira.

Compartilhar